'Existem apenas dois tipos de altcoins', afirma analista Willy Woo

O analista de mercado e sócio da Adaptive Fund Willy Woo publicou uma análise recente no Twitter, comparando altcoins a substâncias radioativas e alegando que elas têm uma vida limitada e mensurável. 

Segundo a análise de Woo, a maioria das altcoins se enquadra em duas categorias: degeneradoras e osciladoras. As degeneradoras teriam valor mínimo ou nenhum valor, enquanto as osciladoras possuiriam a propriedade de reserva de valor. 

Para Woo, as moedas classificadas como degeneradoras não apresentam ciclos de mercado e somente devem perder seu valor ao longo dos anos.  Por outro lado, as criptomoedas consideradas osciladoras apresentam ciclos de mercado constantes. Ele afirma:

"Um dos sinais proeminentes de que uma altcoin é uma osciladora é que ela acompanha os ganhos do BTC/USD. Isso implica que ela deve oscilar por pelo menos um ciclo de alta, que é aproximadamente um período de 4 anos."

Como exemplo de uma osciladora, Woo usa o exemplo da criptomoeda DOGE. Apesar de não ter apresentado quase nenhum desenvolvimento nos últimos anos, a moeda apresenta constantes ciclos de mercado.

Ele diz que o DOGE derivou sua reserva de valor do efeito Lindy. A teoria Lindy sugere que a taxa de mortalidade diminui com o tempo. Para estabelecer o efeito Lindy, o ativo precisa apresentar maior liquidez e longevidade.

Segundo Woo, a DOGE é uma altcoin osciladora pois conseguiu capturar boa parte dos efeitos de rede que um projeto necessita: ela está listada na maioria das exchanges, é aceita pela maioria das carteiras de criptomoedas e possui alta liquidez.

Por fim, o analista deu dicas sobre como negociar com altcoins, dizendo novamente que é extremamente importante diferenciar uma osciladora de uma degeneradora. Depois, ele diz que as entradas e saídas devem ser bem planejadas, com a saída devendo ser feita com objetivo de acumular mais Bitcoin

Ele ainda aconselha a não prolongar demais a posse de um ativo digital classificado como degenerador e por fim diz que deve-se desconfiar de moedas que ainda não completaram ciclos completos.

Parece que o mercado de altcoins está se aquecendo novamente. Como publicou o Cointelegraph, um novo relatório da empresa Grayscale mostra que investidores institucionais estão migrando para altcoins.