'Exchanges são os maiores HODLers', segundo serviço de análise de blockchain

Um relatório do serviço de análise de blockchain Token Analyst revelou que os maiores detentores - os chamados HODLers - de criptomoedas são grandes exchanges.

As blockchains, por serem livro de registro decentralizado e aberto, tornam possível monitorar as carteiras de quase todos os projetos de criptomoedas - a não ser aqueles focados em privacidade. A transparência deste sistema financeiro decentralizado pode proporcionar diferentes análises sobre a concentração dos ativos digitais em algumas carteiras.

De acordo com o Token Analyst, 6,7% da circulação atual de Bitcoin (BTC) (cerca de US$ 9,8 bilhões) são mantidos em carteiras de exchanges. Os dados mostram que, apesar do mercado de baixa, as exchanges vem aumentando sua posse de Bitcoin constantemente.

A representação gráfica publicada mostra como oito exchanges, incluindo Kraken, Bitstamp e Binance, aumentaram constantemente suas posses de BTC nos últimos dois anos.

Além das exchanges, não é possível prever com certeza quem são os detentores das maiores carteiras de Bitcoin, mas alguns deles tornaram pública suas posses. Alguns dos maiores HODLers de Bitcoin do mundo hoje seriam:

Satoshi Nakamoto - Não se sabe quem é o criador anônimo do Bitcoin, mas sabemos que ele é o maior de todos os HODLers de Bitcoin com um 1.000.000 de BTCs (4,76% dos 21 milhões de moedas que serão mineradas).

Os Gêmeos Winkilevoss - fundadores da exchange Gemini, alegaram em 2013 que detinham 1% de todo o suprimento circulante de Bitcoin. No entanto, muitos acreditam que eles possuem mais Bitcoins hoje em dia.

Barry Silbert - O "rei da criptomoeda" Barry Silbert também é o CEO e fundador do Digital Currency Group. A empresa não apenas constrói e apóia empresas de Bitcoin e blockchain, mas também possui outros ativos importantes. A Forbes estimou o patrimônio líquido de criptomoedas de Silbert entre US$ 400 a US$ 500 milhões em 2018.

Alguns dias atrás a CSO da empresa CoinShares, Meltem Demirors, também comentou sobre o assunto em sua conta no Twitter. Demirors afirmou que, se todos os Bitcoin já estivessem minerados, aproximadamente 17% do total estariam em empresas de custódia. A CSO aproveitou para lembrar que manter Bitcoins em exchanges é uma opção muito arriscada. 

Para alguns analistas, o que pode realmente mudar o jogo para o mercado de criptomoedas é quando governos começarem a acumular Bitcoin como uma reserva de valor e parece que não falta muito para isso ocorrer. O Cointelegraph mostrou recentemente que o fundador da empresa Morgan Creek Digital, Antony Pompliano, acredita que países já estão começando a acumular Bitcoin.