Ex-executivo do Goldman Sachs diz ter confiança de que 'nada supera os retornos' do Bitcoin

Raoul Pal, ex-diretor de ações e derivativos de ações do escritório do Goldman Sachs no Reino Unido e fundador da Global Macro Investors e Real Vision Group, diz que acredita que vale apostar no Bitcoin (BTC) a longo prazo — mesmo que a probabilidade seja de 1%.

Esta e outras declarações foram dadas por Pal durante o podcast de Stephen Livera nesta semana. Pal disse: 

“Eu conheço todos esses caras do macro, eles estão todos nisso. Eles entendem. Eles obtêm a opcionalidade. Eles podem acreditar completamente, parcialmente, ou serem parciais. Mas, mesmo assim, se houver 1% de chance de acontecer e o lado positivo for 100x do que estamos hoje, você apostaria nisso o dia todo. ”

Potenciais recompensas superam os riscos

De acordo com Pal, a potencial recompensa da compra de Bitcoins supera em muito todos os riscos associados. Em sua aproximação abstrata, US$ 8 trilhões é uma projeção possível sobre o limite de mercado que o BTC poderia atingir no futuro. Ele explicou:

“Então, se vir a valer 80 trilhões de dólares, digamos que você tenha 10% de probabilidade, ou 8 trilhões de dólares. Atualmente, vale 200 bilhões de dólares. Ou seja, mesmo que haja 1% de chance de acontecer [...], o que estou dizendo o potencial dele hoje será ridiculamente subestimado se qualquer uma dessas probabilidades acontecer.”

Ele acrescenta que esses números são "loucamente atraentes" e "é por isso que está trazendo muitos desses caras do macro, que estão dizendo:  "nossa, nada supera os retornos disso".

Ele também citou tweets do analista cripto 'PlanB', com um par de ações diferentes para modelos de fluxo, baseados em torno da redução na oferta devido ao programado halving de recompensa dos blocos de BTC.

Bitcoin tem previsão de chegar em US$ 1 milhão nos próximos anos

O gráfico mais recente do PlanB sugere que o preço do Bitcoin deve subir para US$ 100.000 após o halving do próximo ano. Depois disso, ele segue para impressionantes US$ 1 milhão depois de 2024, o que Pal diz que não é impossível.

"Sim, é uma possibilidade", diz Pal. "E, eu sei, é menos provável do que era quando ele era muito mais barato, mas se você observar o modelo de fluxo de ações do PlanB, coisas assim, e pode ver o lado positivo comparativo. Se você tentar pensar na digitalização de tudo, se tentar pensar em um sistema financeiro alternativo, mesmo que esta seja uma probabilidade baixa, certo?".

Aposta inicial de US$ 200 em Bitcoin acabou como profética

O ex-executivo da Goldman Sachs também mencionou que ele tem uma longa história com o Bitcoin e foi “provavelmente a primeira pessoa a montar uma avaliação usando o suprimento de ouro acima do solo e abaixo do solo, e aplicando isso ao Bitcoin, o que era basicamente um modelo de fluxo de estoque em um nível muito simplista ”.

Pal diz que ele soube pela primeira vez do BTC quando ele ainva valia 17 centavos. Ele disse:

“Eu descobri o Bitcoin pela primeira vez […] porque alguns dos meus clientes começaram a minerá-lo quando ele ainda valia 17 centavos. Eles administravam um fundo de hedge e, por acaso, eles tinham eletricidade no escritório e alguém puxou assunto com eles. Eles adotaram muito, muito cedo [...] Então, eu escrevi um artigo. Eu comprei bastante, cerca de US $ 200.

Em 30 de julho, o ex-crítico do Bitcoin Joe Kernen também previu que o BTC chegaria a US$ 55.000 até maio de 2020, data do próximo halving.

No momento, o Bitcoin está sendo negociado em torno de US$ 10.000 - alta de 2,12% no dia, de acordo com o Índice de Preços de Bitcoin da Cointelegraph.