Subsidiária da Sony se junta a rodada de financiamento de cerca de US$ 14,5 do banco Bitcoin Bitwala

O Bitwala, banco Bitcoin (BTC) com sede na Alemanha, anunciou que recebeu 13 milhões de euros (quase US$ 14,5 milhões) em financiamento em um comunicado compartilhado com o Cointelegraph em 31 de julho.

Conectando Bitcoin e bancos

De acordo com o comunicado, um consórcio de investidores internacionais liderado por Sony Financial Ventures, Global Brain e a empresa de investimentos britânica NKB Group investiram no banco alemão.

Além disso, metade dos fundos foram supostamente fornecidos pelos investidores Earlybird Venture Capital e coparion. Jan Goslicki, cofundador e chefe de conformidade do Bitwala declarou:

“Começamos o Bitwala para fazer algo que ninguém achava possível: conectar o Bitcoin e o sistema financeiro convencional, cumprindo os requisitos da rígida regulamentação bancária alemã.”

Uma ampla presença no território

O banco alega ter clientes em todos os 31 países membros do Espaço Econômico Europeu (EEE) e ser o único banco que oferece uma conta gratuita com funcionalidades integradas de carteira e negociação de Bitcoin.

A empresa também afirma que os depósitos são segurados em até € 100.000 (mais de US$ 111.000) e que o Bitcoin é mantido em carteiras com multi-signature para evitar que um único ponto de falha seja vulnerável a hackers.

Como o Cointelegraph reportou em janeiro, o Bitwala foi afetado quando uma grande quantidade de cartões de débito de criptomoedas da Visa parou de funcionar quando a empresa encerrou seu relacionamento com um provedor de cartão de débito chamado WaveCrest.