Ethereum atinge quase um milhão de transações em um dia

As transações na blockchain Ethereum subiram para o nível mais alto desde 1º de fevereiro de 2018, chegando a 940.000 em 27 de maio.

Ignorando uma breve alta em maio do ano passado, que foi causado devido a airdrops realizados por novos projetos, a rede do Ethereum não tem visto tamanha demanda desde a época dos picos dos preços do ETH, no começo de 2018.

Segundo dados do Etherscan, as transações de ETH mantiveram-se regulares por meses, com uma breve queda em fevereiro devido ao aumento do tempo entre a geração de blocos, sem picos até abril.

Em abril, as transações registraram um pequeno aumento, depois acelerando em maio para as atuais 940.000, depois de baixa de fevereiro para 380.000.

A quantidade de ETH enviada on-chain, medida em Dólares, teve tendência de baixa para a maior parte do ano passado até agosto, e então ele se estabiliza, com um fator técnico de fevereiro levando a uma baixa no começo de 2019. 

O preço do ETH ainda caiu caindo de agosto a dezembro, mas o valor enviado em dólares permaneceu constante. Isso sugere que há um certo nível de atividade on-chain que não tem relação com preço e é, em vez disso, utilizado por algum caso de uso. Talvez remessa ou uso de dApps (aplicativos descentralizados).

Esse nível de atividade é de cerca de meio bilhão por dia, aumentando assim à medida que mais pessoas se juntam à rede. Enquanto as transações chegam perto de um milhão por dia, as taxas permaneceram em apenas US$ 0,04 para uma transação padrão e US$ 0.08 para uma transação rápida.

A rede hashrate do Ethereum se recuperou um pouco, mas ainda não totalmente. Isso é provavelmente porque costumava custar cerca de US$ 150 para minerar um ETH quando as recompensas do bloco estavam em 3 ETH. Tais recompensas foram reduzidas para 2 ETH, fazendo com que o custo para os mineradores aumentasse quase 30%.

A idéia do Ethereum é migrar para um sistema Proof of Stake (PoS), onde quem valida as transações, ao invês de mineradores, são usuários que mantém uma quantidade de ETH alocada para a rede. Por este motivo, o projeto vem baixando a recompensa dos mineradores - confira os detalhes na reportagem da Cointelegraph Brasil.