Hacks no Ethereum em ascensão novamente à medida que o preço permanece abaixo de US $ 100

Uma nova onda de hacks direcionados ao Ethereum (ETH) continua, apesar do preço da altcoin ter caído para os mínimos de 18 meses, informou a revista de tecnologia ZDNet em 10 de dezembro.

Citando a pesquisa realizada pela Bad Packets LLC, empresa de monitoramento de cibercrime, a publicação revelou que a desaceleração do par ETH/USD não conseguiu impedir que agentes maliciosos tentassem roubar recursos de mineradores e investidores.

Analisando a rede, os hackers estão tentando identificar plataformas e carteiras de mineração com uma porta 8545 exposta, o que permite que eles ganhem controle e redirecionem os fundos em ETH para outros lugares.

"Apesar do preço da criptomoeda estar na sarjeta, dinheiro grátis ainda é grátis, mesmo que seja um centavo por dia", comentou o cofundador da Bad Packets e pesquisador de segurança Troy Mursch.

A Cointelegraph reportou originalmente sobre o fenômeno de escaneamento de Ether em junho deste ano, após uma operação registrar US $ 20 milhões em ETH.

Outros incidentes ocorreram anteriormente, juntando-se a várias campanhas para separar os detentores de criptomoedas de sua riqueza.

2018 tem sido um ano particularmente ruim para os chamados ataques de "cryptojacking", que a Bad Packets também monitora.

Criptojackers tentam controlar remotamente dispositivos para minerar ou roubar criptomoedas, com detecções subindo quase 500% este ano. "Como essa ameaça é relativamente nova, muitas pessoas não entendem isso, sua importância potencial ou o que fazer sobre isso", disse em setembro um relatório dedicado sobre o problema da Cyber ​​Threat Alliance.