Ethereum nega considerar investir US$ 15 milhões para desenvolver funções de delay verificável

A Fundação Ethereum negou os rumores de que planejaria investir cerva de US$15 milhões no desenvolvimento de Funções de Delay Variável - Verifiable Delay Functions (VDFs) - para uso na sua transição para a rede Proof-of-Stake (PoS). O esclarecimento foi feito pelo pesquisador da fundação Justin Drake em correspondência privada para o Cointelegraph em 8 de fevereiro.

Um relatório da agência de notícias cripto CoinDesk havia levantado que a fundação investiria cerca de US$15 milhões pra desenvolver a tecnologia, levando-se em conta os benefícios possívels na future transição do Ethereum para um sistema baseado em PoS. Drake porém escreveu à Cointelegraph por e-mail que:

“A EF [Ethereum Foundation] não planeja investir US$15M. Estamos tentando distribuir nossos fundos em 50/50 com a Filecoin ou outros parceiros financeiros"

VDFs são um tipo de tecnologia que tem a função de proteger de manipulação estratégica e eventuais ataques qualquer sistema baseado na geração de valores (pseudo) randômicos.

No caso de um blockchain que usa um algorítimo de consenso de PoS, uma função como um VDF pode ser importante para evitar a possibilidade de que uma rede participante possa prever ou influenciar a aleatoriedade para manipular quais líderes e validadores serão eleitos através do protocolo.

Como noticiado, a transição para PoS é esperada para ser finalizada com o upgrade final da rede Ethereum — conhecida como Serenity ou Ethereum 2.0 — que será a última da série de quatro estágios previstos no cronograma da plataforma. Agora, a rede está no terceiro estágio (Metropolis), que consiste em um sistema aberto em duas hard forks — Byzantium e Constantinople —  ambas desenhadas para abrir caminho para a Ethereum 2.0.

Recentemente, através da PoS e um provedor de outros upgrades técnico, a Serenity é esperada com respostas para questões fundamentais como escalabilidade, centralização da mineração, finalidade econômica e segurança.

Mais cedo neste mês, a Ethereum lançou as primeiras informações para a Fase Zero da rede envolvendo a transação para a Serenity, com o co-fundador Vitalik Buterin revelando que "os recursos estão basicamente prontos para a Casper” — Um modelo de consenso híbrido transicional PoS-Proof-of-Work (PoW) atualmente em desenvolvimento pela Fundação.