Co-fundador do Ethereum transfere 90k ETH para exchange de criptomoedas dos EUA

O co-fundador e desenvolvedor do Ethereum (ETH), Jeffrey Wilcke, enviou 92.000 ETH (US$ 11,5 milhões) para a Kraken, exchange de criptomoedas dos EUA, em 25 de dezembro.

Embora o Cointelegraph tenha relatado sobre as preocupações de que o co-fundador do Ethereum, Vitalik Buterin, esteja planejando vender US$ 25 milhões em criptomoedas, um tweet postado por Jeffrey Wilcke indica o contrário.

Fonte:Twitter

Wilcke, cujo GitHub mostra que é o co-fundador da Grid Games, afirmou que precisa do dinheiro para financiar seu jogo.

A prova está na blockchain

Além do tweet de Wilcke, fontes mostram que um endereço ETH registrando o nome de Jeff Wilcke enviou 90.000 ETH para Kraken.

Em janeiro de 2016, uma conta financiada pela carteira de desenvolvedores da Ethereum Foundation transferiu 408.000 ETH para um endereço ox600. Entre janeiro de 2016 e o final deste ano, o endereço mostra vendas e movimentos contínuos de fundos, mas isso diminui em 25 de dezembro.

Embora o endereço ainda tenha 218.000 ETH (US$ 27 milhões), 90.000 foram transferidos para um endereço intermediário e depois enviados integralmente para Kraken.

O recurso de monitoramento etherscan mostra que a interação foi realizada pelo endereço ox600.

Antes de Wilcke enviar 90.000 ETH para Kraken, Vitalik Buterin revelou em um podcast que foi ao ar em 11 de dezembro que a Ethereum Foundation faturou cerca de US$ 100 milhões com a venda de ETH em sua última maior alta de todos os tempos, quando estava sendo negociada perto de US$ 1.400 em janeiro de 2018.