Cofundador da Ethereum critica o token Libra do Facebook e cita descentralização

O cofundador da Ethereum Joseph Lubin disse que o token Libra do Facebook é “como um lobo centralizado em pele de cordeiro descentralizado” em artigo publicado pela agência de notícias de tecnologia Quartz em 21 de junho.

O gigante de social media lançou um white paper para sua criptomoeda batizada de Libra no começo de mês, recebendo reações mistas de especialistas em criptomoedas e indústria blockchain - e preocupação dos reguladores governamentais.

Em seu artigo, Lubin diz que o white paper do Libra descreve sentimentos em comum entre muitos da comunicade de criptomoedas. Ele escreve que "mandar dinheiro pelo planeta devia ser simples e barato como mandar uma mensagem do seu telegone", e a "infraestrutura financeira deveria ser inclusiva universalmente e governada como um bem público”.

Embora destaque a alegação do white paper de que “as pessoas confiarão cada vez mais em formas descentralizadas de governança”, Lubin apontou a necessidade de os usuários confiarem na moeda fiduciária do Libra e no suporte de títulos do governo, assim como os comerciantes devem confiar que a rede seja administrada com responsabilidade. Além disso, Lubin também destacou sua infraestrutura centralizada:

“Talvez o mais importante seja que o Libra depende da nossa confiança e eventualmente fará a transição para um sistema mais 'sem permissão', descentralizado, pelo qual qualquer um poderia validar a rede, em vez de manter o controle nas mãos das 28 empresas iniciais.”

Ainda assim, Lubin ainda vê o lado bom do projeto. Ele diz que em alguns anos pode ser que existam dois bilhões de usuários do Libra, e a experiência de usuário com a criptomoeda pode ser aprimorada consideravelmente no processo:

"De uma só vez, talentosos designers da experiência de usuário poderiam reduzir os atritos atuais do uso da criptomoeda. Gerenciar chaves privadas, entender "pagamentos em gás" e instalar plug-ins cripto no navegador pode ser tão simples quanto pressionar "enviar" no WhatsApp, outra entidade pertencente ao Facebook."

Lubin também disse que os desenvolvedores da empresa de desenvolvimento baseado em Ethereum ConsenSys já analisou o código e disse que o projeto empresta muitas ideias da Ethereum. Finalmente, ele diz que espera que o Libra seja bem executado do ponto de vista técnico.

Como o Cointelegraph noticiou ontem, o diretor do  Banco da Reserva da Austrália, Philip Lowe, avisou que a moeda Libra do Facebook pode não ter uso corrente no futuro próximo.

Além disso, no começo da semana uma força-tarefa do G7 foi criada para examinar como bancos centrais podem regular criptomoedas.