Primeira casa de câmbio de Bitcoin do Egito se prepara para decolar

O Egito deve começar a sua primeira casa de câmbio de criptomoedas em setembro, quando a Bitcoin Egypt se prepara para estrear.

Oferecendo negociação na moeda do país libras egípcias, a casa de câmbio é um primeiro movimento em um país que não possui nenhuma forma de quadro regulamentar para a moeda digital.

O cofundador da Bitcoin Egypt, Rami Khalil, disse hoje à Reuters:

"Ainda estamos esperando que o governo egípcio estabeleça algum tipo de regulamento [...] Sem leis, o Bitcoin não é dinheiro legal no Egito. A criptomoeda está acontecendo [o governo egípcio] unindo-se a isso ou não. E ao não se unir eles estão perdendo em um mercado muito grande".

Como as múltiplas economias ao redor do mundo, os cidadãos egípcios estão lutando diante de uma moeda nacional em declínio rápido. A libra egípcia caiu 50% desde novembro de 2016, uma história repetida em outros países politicamente instáveis, como a Venezuela.

Os entusiastas egípcios do Bitcoin enfrentaram barreiras significativas ao tentar comprar uma moeda digital. Por causa da fraqueza da moeda do Egito, a maioria das casas de câmbio estrangeiras não oferece pares comerciais entre Bitcoin e a libra egípcia. O cofundador da Bitcoin Egypt, Omar Abdelrasoul, explicou ao recurso de notícias local Albawaba:

"Tivemos a idéia depois de vermos que havia muitas pessoas no Egito que queriam trocar criptomoedas, mas dificilmente estavam fazendo isso em casas de câmbio internacionais, pois não podiam comprar moedas usando o EGP".

As autoridades adotaram uma posição difícil em relação à tecnologia nascente este ano, emitindo uma declaração sugerindo - um tanto ironicamente - que negociar em qualquer moeda além da libra causaria "instabilidade".


Siga-nos no Facebook