Presidente do BCE: 'criptomoedas não são substitutos monetários adequados'

Mario Draghi, presidente do Banco Central Europeu (BCE) compartilha suas opiniões sobre stablecoins, o futuro dos criptoativos e a possível forma digital do euro.

Monitorando desenvolvimentos de cripto

Em 27 de setembro, em uma carta dirigida à deputada Eva Kaili, o presidente do BCE, Mario Draghi, observou que o Sistema Europeu de Bancos Centrais (SEBC) está monitorando de perto os desenvolvimentos no setor das criptomoedas. 

“O SEBC está analisando criptoativos com o objetivo de entender suas potenciais implicações para a política monetária, a segurança e a eficiência dos pagamentos e das infraestruturas de mercado e a estabilidade do sistema financeiro.”

Apesar de exibir uma abordagem positiva em relação às novas tecnologias, Draghi aparentemente pensa que as criptomoedas em geral são de pouco valor. Ele disse:

“Até agora, os criptoativos tiveram implicações limitadas nessas áreas e não foram projetados de maneira a torná-los substitutos adequados para o dinheiro.”

Draghi acrescentou que, devido à inovação tecnológica contínua e à rápida evolução no setor de criptomoedas, a avaliação do BCE pode ser diferente no futuro.

Eurocoin digital?

Draghi também abordou as oportunidades e os desafios que surgem com o lançamento de uma forma digital do euro. Ele ressaltou que a parte tecnológica de uma stablecoin europeia não é o problema, mas a "sua utilidade em termos de custos e benefícios para o público".

Draghi concluiu sua carta comentando sobre o serviço "Target Instant Payment" para a zona do euro, lançado em novembro de 2018, acrescentando:

“Ele permite que os provedores de serviços de pagamento ofereçam transferências de fundos a seus clientes em tempo real e 24 horas por dia, todos os dias do ano.”

O Cointelegraph reportou em 24 de setembro que o ministro das Finanças da França, Bruno Le Maire, sugeriu que a Europa deveria lançar sua própria moeda digital. Le Maire disse que discutirá a viabilidade de uma moeda digital pública europeia com seus colegas.