Círculos de Drogas usam Caixas Eletrônicos para lavar Dinheiro. Bitcoin não está Envolvido

A Austrac, agência australiana de controle de crimes financeiros, alegou que o Commonwealth Bank of Australia atrasou ou falhou em reportar mais de 50 mil casos de transações suspeitas de dinheiro depositado através de suas máquinas automatizadas de depósito em dinheiro. Máquinas automatizadas e bancos parecem ser os métodos favoritos dos círculos de drogas para lavar dinheiro.

Caso contra o CommBank

A Austrália tem leis rigorosas antilavagem de dinheiro (AML na sigla em inglês) e de combate ao financiamento do terrorismo (CTF na sigla em inglês), que impõem obrigações de monitoramento aos serviços designados, incluindo instituições financeiras, comerciantes de lâminas e serviços de jogatina. É alegado que a CommBank atrasou ou falhou em reportar mais de 50 mil transações suspeitas, totalizando quase US$ 77 milhões envolvendo máquinas automáticas de depósito em dinheiro.

O CEO da Austrac, Peter Clark, disse em um comunicado:

"Ao falharem em não ter sistemas e controles ue apontassem para as leis AML/CTF em vigor, as empresas correm o risco de serem usadas indevidamente para fins criminosos. O objetivo da AUSTRAC é o de ter um setor financeiro vigilante e capaz de responder, inclusive através da inovação, a ameaças de exploração criminal".

As penalidades por descumprimento de obrigações de declaração nos termos da lei australiana de combate à lavagem de dinheiro são índices de até AUD$ 8 milhões por violação. A Tabcorp Holdings, a maior casa de apostas da Austrália, teve um caso com alegadas 108 violações denunciadas contra ela e pagou AUD$45 milhões em multas para liquidá-la.

Bancos engolidos por escândalos

Os bancos foram engolidos por escândalos no passado recente, que vão desde a facilitação da evasão fiscal, a fixação da taxa Libor, produtos geradores de erros, etc. A percepção de que os riscos indevidos dos banqueiros contribuíram para a crise financeira global também é uma das razões para a opinião pública desfavorável aos bancos. No entanto, o setor bancário sobreviveu a esses escândalos e tornou-se um braço importante da reunião de inteligência dos governos. Grandes multas e penalidades regulatórias são uma ferramenta usada pelos governos para garantir que os bancos tomem levem papel a sério.

Bitcoin – uma ferramenta

O Bitcoin fornece pseudonimínio aos usuários, podendo os usuários se esconder atrás de um endereço Bitcoin. Outras criptomoedas como Monero e Dash melhoraram seus recursos de privacidade. No entanto, estas são apenas ferramentas como a Internet e podem ser usadas por pessoas comuns e criminosos. Como esses círculos de drogas mostraram, você não precisa ser experiente em tecnologia e usar o Bitcoin para lavar dinheiro; O bom e velho dinheiro e os caixas eletrônicos podem ser suficientes.