'Não tente fazer trades com o Bitcoin nesta região de preço', afirma analista especializado em criptomoedas

Scott Melker, analista da TexasWest Capital, acredita que não se deve fazer trade com o Bitcoin na região de preço em que o ativo se encontra atualmente. Segundo ele, "uma área de decisão, onde quem tentar adivinhar o resultado pode ser surpreendido com um movimento brusco de preço na direção oposta".

A recente queda do mercado de Bitcoin reduziu o preço do ativo em mais de 15% em apenas cinco dias. Muitos defenderam que a queda era fruto de um grande esquema de pirâmide asiático chamado PlusToken que estaria vendendo os Bitcoins angariados durante sua atividade.

Apesar disso, como mostrado pelo Cointelegraph, alguns pesquisadores acreditam que a recente queda no preço do Bitcoin não tem a ver com o esquema.

O movimento de queda no preço do ativo digital surgiu junto com a notícia de uma economia global cada vez mais instável, abalando as crenças de muitos que consideram o Bitcoin como um ativo de refúgio seguro contra sentimentos macroeconômicos duvidosos.

Scott Melker, da TexasWest Capital, acredita que um movimento descendente nos gráficos de Bitcoins não deve gerar um instinto de pânico de venda nos investidores.

O analista de criptomoedas afirmou que é hora dos investidores não fazerem nada: nem vender nem comprar - não até que o mercado estabeleça um claro viés.

"Não seja 'fatiado' tentando especular com Bitcoin agora. É melhor esperar por uma mudança clara em um período de tempo maior e não nadar com as baleias enquanto elas estiverem jogando. Essa ação de preço provavelmente abusará de touros e ursos", disse Melker.

O analista observou que o Bitcoin está apresentando um padrão de baixa no curto prazo. Uma resistência forte perto do nível de US$ 10.300 está impedindo que o Bitcoin volte a subir.

Melker disse que quer ver o ativo quebrar a barreira de resistência com convicção antes de formar uma idéia da próxima direção que o ativo vai tomar.

Muitos analistas acreditam que o Bitcoin tende a voltar a testar a barreira da alta do ano em US$ 13.500. Mas Melker aconselha que os traders deste mercado devem esperar sinais claros de que o ativo irá voltar a subir.

Segundo o investidor, uma quebra com fechamento abaixo do suporte de US$ 10.100 pode confirmar a teoria de tendência de baixa no curto prazo, o que significa que o Bitcoin provavelmente continuaria sua correção de preço.

Para muitos, a melhor estratégia de investimento neste mercado é a chamada Dollar Cost Average. Comprando uma média em reais de Bitcoin todos os dias, independente do preço, tem se mostrado uma técnica que traz lucros e afasta o stress do trade.

A vantagem desta técnica foi observada pelo fundador da Morgan Creek Digital, Antony Pompliano, em um post no Twitter em junho deste ano.

O mercado de criptomoedas como um todo apresentou uma grande volatilidade nos últimos dias. As altcoins estão lutando para segurarem seus suportes de preço e o Bitcoin se mantém dentro de uma região sem uma direção clara.

Confira os detalhes do mercado de criptomoedas na reportagem do Cointelegraph clicando aqui.