Novos números mostram que americanos são os mais ativos entre grandes negociantes de criptomoedas

Uma nova pesquisa da empresa de análise de dados DataLight, divulgada em tweet de 4 de fevereiro, mostrou que os investidores dos Estados Unidos são os mais ativos entre os maiores negociantes no câmbio de criptomoedas.

Os EUA têm a maior parte de comerciantes — 60% — na gigante de gestão e câmbio de cripto Coinbase, enquanto na Binance, Bittrex e Poloniex, os investidores norte-americanos chegam a 24, 27 e 28% do total de negociantes de cripto, respectivamente..

Os investidores têm menor representação na empresa de câmbio baseada em Hong Kong Bitfinex, com 10% dos comerciantes de câmbio, enquanto os negociantes alemães chegam a 13%.

Geographical Distribution of Crypto Traders

Distribuição Geográfica de Comerciantes de Cripto. Source: DataLight

No início do ano, a Bittrex lançou uma banca de operações "over-the-counter" (OTC), que oferece cerca de 200 ativos cripto. A negociação de OTC tornou-se muito popular entre investidores institucionais que buscam negociar grandes volumes, como já abordado anteriormente aqui no Cointelegraph.

Desde o início do ano, os relatórios de mercado têm mostrado números pouco expressivos, de acordo com um artigo publicado no Cointelegraph. A Coinbase registrou uma queda que não se via desde 2017, com  o mercado de Bitcoin (BTC)/Dólar Americano (USD) supostamente movimentando cerca de $1 bilhão em janeiro.