Empresa de segurança cibernética WISeKey e holding de tecnologia Censof anunciam Centro Blockchain na Malásia

A empresa de segurança cibernética suíça WISeKey e uma subsidiária da holding de investimentos em tecnologia malaia Censof anunciaram uma parceria para expandir as atividades de blockchain, de acordo com um comunicado de imprensa em 25 de janeiro.

A WISeKey, que se concentra na autenticação e identificação seguras usando uma ferramenta criptogrpafica chamada Root of Trust, incorporou cada vez mais a Internet das Coisas (IoT) e a tecnologia blockchain em seu portfólio.

A parceria estabelecerá um "Centro de Excelência Blockchain" na Malásia, além de ampliar os casos de uso disponíveis da blockchain para os clientes da Censof por meio de sua subsidiária, a Cendee.

O projeto é o mais recente passo de uma série de planos da WISeKey, que disse que construirá bancos blockchain similares nos Estados UnidosChinaÍndiaÁfrica e América Latina.

"Este acordo estratégico permite que a Censof, e em particular a Cendee, alavanquem sua expertise em segurança cibernética e blockchain, combinando-os com o amplo portfólio de serviços de cibersegurança da WISeKey e também fortalecendo a oferta Censof entre clientes governamentais e corporativos", disse Carlos Moreno, vice-presidente de alianças corporativas e parcerias da WISeKey, comentando no comunicado de imprensa.

"Os benefícios potenciais da blockchain ajudarão a impulsionar a eficiência de nossos clientes", acrescentou Ameer bin Shaik Mydin, diretor da Censof.

Aumentar a robustez da segurança cibernética continua a ser uma preocupação premente para as empresas, após os notórios ataques em escala global que começaram em 2017, em particular os ataques ransomware WannaCryNotPetya.

Na época em que o WannaCry infectou centenas de grandes empresas e estruturas estatais, constatou-se que muitas delas careciam de estruturas de segurança básicas para se defenderem contra esses ataques combinados.

No início desta semana, a WISeKey anunciou uma parceria de identidade baseada em blockchain com a organização sem fins lucrativos Race for Water Foundation, com o objetivo de reduzir a poluição dos oceanos.