Você aposta que não é o Petya: Novo cyberataque não é nem Petya nem resgatador de Bitcoins

O ciberataque que infectou computadores em todo o mundo na terça-feira não era ransomware e "não projetado para ganhar dinheiro", sugere uma pesquisa.

Depois que o software malicioso começou a bloquear computadores dos usuários na Rússia e na Ucrânia, em seguida, espalhando-se por todo o mundo, os especialistas inicialmente acreditaram que era uma reencarnação do Ransomware Petya.

No entanto, à medida que mais detalhes vêm à luz, parece que o elemento ransomware - que, como o WannaCry no mês passado, pede aos usuários que paguem US$ 300 em Bitcoin para recuperar o controle - é, de fato, uma afronta.

Os analistas agora estão dizendo que este ataque é um esforço de limpeza de disco que se disfarça como um ransomware de estilo WannaCry para gerar hype de mídia.

"Isso definitivamente não é projetado para ganhar dinheiro. Isso é projetado para se propagar rapidamente e causar danos, com uma cobertura plausivelmente negativa de 'ransomware'", determina um relatório do pesquisador de mídia "the grugq", publicado na quarta-feira.

Um olhar sobre a carteira de Bitcoin mostrada às vítimas parece confirmar isso, o único endereço distribuído no ataque que acumulou pouco menos de 4 BTC (US$ 9,970) desde a terça-feira, de 45 transações.

Bitcoin Address

Endereço Bitcoin - Endereços são identificadores para quem você mandava bitcoins para outra pessoa

Nos países afetados pela primeira vez, enquanto isso, a culpa voltou a se tornar questão política, e a Ucrânia sugeriu que hackers russos patrocinados pelo estado estavam por trás do ataque.


Siga-nos no Facebook