Tendência dos preços de criptomoedas pode ser sinal de fim de mercado de urso, segundo pesquisa da Binance

Os preços do Bitcoin (BTC) de outras altcoin podem ter chegado ao ponto mais baixo, segundo nova análise da exchange Binance de 11 de abril.

Na última edição de seus boletins de análise, o braço analítico da exchange, Binance Research, investigou vários fenômenos atuais e tendências para mercados de criptomoedas.

Entre quem teve correlação com preços de Bitcoin e altcoins, os dados entre 2014-2019 confirmam que os 90 dias até meados de março representaram o período mais longo de alta correlação na história do mercado.

De acordo com o histórico, os períodos tendem a desencadear a tendência reversa. Os 90 dias até metade de março também abrangem a queda do Bitcoin de US$ 6.500 para US$ 3.100, levando a Binance a sugerir que os mercados poderiam se recuperar após o final do período de correlação recorde.

"Tendo emergido de um período das mais altas correlações internas na história cripto, os dados podem apoiar a impressão de que o mercado cripto já chegou ao fundo", resumiu o documento.

Como o Cointelegraph publicou, a Binance havia buscado mudar o relacionamento entre os preços de Bitcoin e altoins, concluindo que as altcoins estariam se tornando menos atreladas ao Bitcoin e mais ao Dólar.

O último boletim também destaca também insights sobre a composição do investidor em criptomoedas: os investidores institucionais controlam cerca de 7% da oferta, diz Binance, aproximadamente igual a um décimo terceiro do controle institucional do mercado acionário dos Estados Unidos. 

Na semana passada, outra voz bem conhecida endossou a narrativa de que os mercados tinham chegado ao ponto mais baixo.

Thomas Lee, analista de mercado sênior e co-fundador da Fundstrat Global Advisors, apontou que a leitura de três anos de seu chamado “Bitcoin Misery Index" (BMI) teria potencial pra provar que nenhuma nova grande queda ocorreria.

"O principal argumento é [...] mais uma prova de que o mercado de baixa do Bitcoin provavelmente terminou em US$ 3.000", escreveu ele no Twitter na quinta-feira.