Relatório da Binance revela que correlações de preços de criptomoedas cresceram contra o dólar e caíram com Bitcoin em 2018

A correlação de preços entre as maiores criptomoedas aumentou com relação ao Dólar Americano (USD) mas caiu com relação ao Bitcoin (BTC), como um novo relatório da exchange Binance revelou em 20 de março.

Parte de uma investigação sobre tendências de preço em mercados cripto desde 2017, a Binance descobriu que o comportamento entre ativos é divergente dependendo se os retornos estão demominados em USD ou BTC

Especificamente, o retorno do USD desde as holdings estava mais correlacionado entre criptomoedas nos três primeiros meses de 2019 até primeiro de março que em 2017.

O retorno do BTC, em contraste, está menos relacionado às condições atuais do que era 18 meses atrás.

“As correlações com o retorno de BTC são importantes já que o BTC permanece como um dos melhores indicadores dos mercados cripto por duas grandes razões”, explicou a Binance sobre o ímpeto por trás do campo de pesquisa.

As razões, segundo o post, são a liquidez e o domínio de mercado que o Bitcoin continua a exibir se comparado a outras criptomoedas.

Os resultados também apontam para um fenômeno mais recente que ocorre no mercado, principalmente as stablecoins, que dominaram os pares de negociação que poderiam ter sido denominados em BTC.

A própria Binance adotou uma posição firme sobre ativos stablecoin, escolhendo adicionar grande número delas nos últimos seis meses.

O relatório conclui:

“Enquanto essas mudanças de correlação coincidem com o crescimento do volume de stablecoins e as ofertas de pares de negociação de stablecoin entre exchanges, a análise revela outros fatores idiossincráticos que devem ser considerados quando  construímos um portfólio de criptoativos otimizado.”