Carteira de cripto Abra anuncia transações diretas de bancos da UE na SEPA

A carteira global de cripto Abra permitiu a compra e venda direta de criptomoedas para contas bancárias europeias, de acordo com um comunicado publicado pela PR Newswire na terça-feira, 4 de setembro.

A Abra, que oferece 28 criptomoedas para consumidores em todo o mundo, agora dará suporte a contas bancárias da Área Única de Pagamentos em Euros (SEPA). Como afirma oficialmente o Twitter da empresa, o lançamento de compras bancárias europeias no aplicativo da moeda digital já começou.

Os clientes podem agora transferir euros ou várias outras moedas nacionais diretamente para sua carteira, o que pode, por sua vez, ser convertido nas 28 criptomoedas oferecidas pela Abra, incluindo o Ethereum (ETH), o Litecoin (LTC) e o Ripple (XRP).

Bill Barhydt, fundador e CEO da Abra, explicou a inovação mais detalhadamente:

"Com usuários de mais de 70 países em todo o mundo e uma maior demanda pela capacidade de investir em criptomoedas de qualquer conta bancária, é realmente importante dar aos investidores a oportunidade de financiar sua carteira Abra diretamente de qualquer conta bancária."

Além de apoiar as contas bancárias da SEPA, a Abra anunciou três novas moedas recentemente adicionadas à carteira: o Cardano (ADA), o Basic Attention Token (BAT) e o Tron (TRX).

Até o anúncio de hoje, a carteira da Abra só poderia ser financiada por bancos dos EUA e transferências eletrônicas nos Estados Unidos, juntamente com cartões de débito e crédito American Express, Visa e MasterCard em todo o mundo.

A Área Única de Pagamentos em Euros (SEPA) é um sistema de pagamento que simplifica as transferências bancárias na UE. Atualmente, inclui 28 membros da UE, juntamente com os quatro estados membros da Associação Europeia de Comércio Livre (a Islândia, Liechtenstein, a Noruega e a Suíça) e Andorra, Mónaco e São Marino.

Como a Cointelegraph informou em março de 2018, a principal carteira de cripto e serviço de câmbio americana Coinbase recebeu uma licença de dinheiro eletrônico da Autoridade de Conduta Financeira do Reino Unido (FCA) para conduzir suas atividades na Grã Bretanha, bem como nos 23 países da União Européia. Não ficou imediatamente claro se a Coinbase poderia manter a licença da UE no futuro devido ao Brexit.