Fundo de hedge cripto, Polychain Capital registra 40% de queda em ativos sob gestão no 4º trimestre de 2018

O fundo de hedge de criptomoedas Polychain Capital viu seus ativos sob gestão (AUM) encolherem de US$ 1 bilhão para US$ 591,5 milhões no 4º trimestre de 2018. A notícia foi divulgada pelo Wall Street Journal nesta quinta-feira 11 de abril.

As fontes ouvidas pelo WSJ atribuíram o declínio acentuado a uma queda no valor das participações do fundo em meio a um prolongado mercado de urso para as criptos, "ao invés de [...] resgates de investidores".

Enquanto o fundo de hedge registrou uma queda de aproximadamente 40% no valor de seu AUM de abril a dezembro de 2018, a capitalização de mercado total de todas as criptomoedas caiu pouco mais de 50% no mesmo período, segundo dados do CoinMarketCap.

A Polychain Capital, sediada em San Francisco, juntou-se ao universo dos fundos de hedge de criptomoedas em 2016.

Os recentes investimentos do fundo incluem planos de uma stablecoin da startup de pagamentos blockchain Celo em abril (junto com a firma de capital de risco Cryptocom Andreessen Horowitz) e futuros de criptomoedas da exchange com entregas físicas Coinflex em março, juntamente com outra empresa cripto de alto nível, a Digital Currency Group.

Como publicado anteriormente, uma análise no início deste ano indicou que, na esteira da queda do mercado de criptomoedas em 2018, o lançamento de novos fundos de venture com criptomoedas superou pela primeira vez o de novos fundos de hedge na indústria.