Os criptos ameaçados de morte, o FBI avisa que apenas algumas das muitas ocorrências são

O Federal Bureau of Investigation (FBI) (Polícia Federal) dos Estados Unidos alertou os usuários da Internet sobre falsas ameaças de morte como um novo método de extorsão de criptomoedas, a ABC Califórnia noticiou na sexta-feira, 26 de janeiro.

Uma das vítimas, apresentando-se como Christiane, usou o Internet Crime Complaint Center (IC3) do FBI para informar a agência que recebeu um e-mail com uma ameaça de morte. O e-mail dizia: “Serei direto. Tenho um pedido para matá-lo", e indica a Christiane que pague US$2.800 em dólares americanos ou Bitcoin para ser poupada pelo aspirante a assassino.

Embora ela tenha percebido que era uma fraude, Christiane disse a ABC7 que ela achou a mensagem angustiante o suficiente para fazê-la olhar por cima do ombro com medo de uma ameaça potencial no caminho do trabalho.

De acordo com a agente do FBI Laura Eimiller, o caso representa um novo método de extorsão on-line que está aumentando especificamente em freqüência na Califórnia, informa a ABC.

Eimiller também enfatiza o fato de que os e-mails são estruturados e escritos de forma a que o alvo se sinta profundamente afetado, mesmo que eles possam reconhecê-los como uma fraude.

Assim, o FBI avisa aos usuários da Internet e encoraja as potenciais vítimas a fornecer informações sobre novos casos, uma vez que o número de relatórios é "cerca de 15% dos golpes que estão realmente ocorrendo", de acordo com Eimiller. Ela acrescentou que crimes como estes são "quase sempre não reportados."