Criador da programação C++ diz que 'o Bitcoin é um mau uso de linguagem'

Em uma recente entrevista ao Artificial Intelligence Podcast de Lex Fridman, o criador da programação C++, Bjarne Stroustrup, lamentou profundamente alguns casos de uso de sua criação, principalmente o Bitcoin.

O cientista dinamarquês de computação Bjarne Stroustrup, conhecido por criar a linguagem de programação C++, mencionou o Bitcoin como um exemplo desse uso indevido.

Durante a recente entrevista, Stroustrup falou sobre as diferenças entre o design de linguagens de programação. O criador do C ++ expressou ceticismo quanto ao uso da sua linguagem para a criação do Bitcoin:

"Deixe-me dizer assim. Quando você cria a ferramenta, não sabe como ela será usada. Você tenta melhorar a ferramenta observando como está sendo usada, mas (...) realmente não tem controle sobre como a coisa é usada. Então, estou muito feliz e orgulhoso de algumas coisas em que o C ++ está sendo usado e outras que eu gostaria que as pessoas não fizessem. A mineração de Bitcoin é meu exemplo favorito. Utiliza tanta energia quanto a Suíça e serve principalmente criminosos."

Stroustrup parece ser crítico em relação às criptomoedas em duas áreas - consumo maciço de eletricidade e transações ilegais.

No que tange ao alto consumo de energia elétrica, existem vários estudos que analisam o gasto de energia com a mineração de Bitcoin. 

Segundo um estudo da empresa CoinShares, 74% de toda a energia gasta com a mineração do ativo digital é de origem renovável.

Muitos analistas acreditam que o sistema de consenso do Bitcoin - que é sustentado pelos mineradores - estimula a competição por novas formas de energia renovável. 

Quanto menos se gasta com energia, mais se lucra com a industria de mineração do Bitcoin. Isso faz com que a competição por energias renováveis e baratas seja estimulada.

Na questão da criminalidade, o panorama atual não é mais como o que acontecia a alguns anos atrás. Outras criptomoedas focadas na privacidade - como o Monero - são preferidas para a realização de atividade criminal.

Como mostrou o Cointelegraph, o CEO da exchange CoinCorner afirmou que o Bitcoin não é mais a opção utilizada por criminosos.