Criador da Internet quer blockchain para aumentar a segurança da reputação dos usuários

Um dos criadores da Internet, professor Leonardo Kleinrock, disse em entrevista à revista Istoé que está interessado na possibilidade da adoção de blockchain para ajudar a rede a trazer mais confiança e segurança à reputação dos usuários. A entrevista foi publicada nesta sexta-feira, 25 de outubro.

A primeira vez que um computador "conversou" com outro, um marco considerado o início da internet, foi em 1969 quando professor Leonard Kleinrock e seus colegas da Universidade de Los Angeles (UCLA) foram responsáveis pelo feito. 

Ele diz que se preocupa com o uso da internet pelo crime organizado e poderosas corporações, que usam a rede para "coisas grandes e ruins". Segundo ele, se sua equipe soubesse desta possibilidade, ele diz que "não teríamos evitado a face sombria da rede, mas teríamos podido atenuar o impacto que todo mundo sofre atualmente".

Sobre a blockchain, Kleinrock disse que espera que a blockchain seja usada para "vincular pessoas ou dados online" às reputações, servindo de "medida de confiança". Ele diz:

“Seria algo como uma rede de reputações constantemente atualizada. O desafio está em como fazer para chegar a esse objetivo de maneira ética e responsável. O anonimato é uma faca de dois gumes, evidentemente”.

Ele também diz que "os aspectos foram mais positivos que negativos" com a criação da internet, ressaltando ser entusiasta de criptografia e blockchain.

Continue lendo: