ConsenSys apoia infraestrutura não-listada baseada em Ethereum da startup de investimentos Allinfra

A empresa de desenvolvimento baseada em blockchain Ethereum (ETHConsenSys irá investir na startup de investimento em infraestruturas, Allinfra, de acordo com o release enviado ao Cointelegraph neste 21 de fevereiro.

Segundo o anúncio, a Allinfra irá basear-se na expertise e capacidade tecnológica da ConsenSys nas áreas de ativos tokenizados. A quantia exata do investimento não foi revelada.

A Allinfra é uma facilitadora de investimentos diretos em ativos de infraestrutura não-listada através de blockchain Ethereum, oferecendo aos usuários a possibilidade de criar, adquirir e transferir interesses econômicos e privados para estes ativos. Assim como para a ConsenSys, a solução torna o setor disponível não apenas para investidores institucionais, mas para um raio mais amplo de investidores.

Joe Lubin, co-criador do Ethereum e fundador da ConsenSys, é citado no comunicado, dizendo que a Allinfra irá contribuir para formar mercados mais transparentes e equilibrados:

“No caso de uma infraestrutura não-listada, uma classe de ativos tradicionalmente restrita e ilíquida, a Allinfra permitirá para uma audiência mais ampla acessar com eficiência os ativos e participar dos benefícios econômicos desses ativos.”

Dave Sandor, co-fundador e CEO da Allinfra, disse que em alguns meses a empresa "estará no mercado apoiando um projeto emblemático de tokenização de infraestrutura”.

Como o Cointelegraph publicou no início deste ano, a ConsenSys participou recentemente de uma rodada de financiamento de US$2 milhões para a startup de blockchain da Islândia Monerium, que está desenvolvendo uma solução para "criar uma ponte entre as moedas fiat e blockchains.”

Em janeiro, a ConsenSys dispensou 13% de seu staff, incluindo funcionários tanto no suporte quanto na equipe técnica. A Diretora Executiva de Empreendedorismo e Impacto Social da ConsenSys, Vanessa Grellet, disse ao Cointelegraph que este era um "movimento natural", já que a empresa estava crescendo "um pouco rápido".