CoinMarketCap lança índices cripto para plataformas Nasdaq, Bloomberg e outras

O CoinMarketCap anunciou que vai lançar dois índices de benchmarks de cryptomoedas nos Nasdaq Global Index Data Service, Bloomberg Terminal, Thomson Reuters Eikon e Börse Stuttgart. A notícia foi revelada em post no blog da empresa de dados cripto, publicado em 20 de março.

Os dois índices são calculados e administrados pela provedora de índices alemã Solactive, segundo o texto.

O anúncio diz que os índices vão cobrir 200 moedas por capitalização de mercado, um incluindo o Bitcoin (BTC) e o outro sem ele. O segundo benchmark será chamado de CMC Crypto 200 ex BTC Index (CMC200EX), enquanto o que inclui o Bitcoin chama-se CMC Crypto 200 Index (CMC200). Ambos os índices serão debalanceados no último dia de cada trimestre, segundo a empresa. 

O CMC200EX teria sido criado para "rastrear a performance do mercado sem a influência do Bitcoin", já que a maior moeda é responsável por cerca de metade do total de valor de mercado de todas as criptomoedas.

De acordo com o post, a Solactive é também a empresa por trás dos índices de Bitcoin Futuros CBOE, que foram lançados em dezembro de 2017 e administram mais de três mil índices customizados.

O diretor de vendas da Solactive, Fabian Colin, foi citado no anúncio declarando que o acesso aos dados do CoinMarketCap dá a eles a possibilidade de desenvolver índices customidados para clientes. Ele também diz que as "conversas já começaram" neste sentido.

Como o Cointelegraph publicou na metade de fevereiro, o Nasdaq lançou dois novos índices rastreando a "taxa de spot ou referência para o preço" do  Bitcoin e do Ethereum (ETH). Os índices foram criados pela empresa de dados do mercado de ativos cripto Brave New Coin.

Anteriormente, em novembro, a empresa de gestão de investimentos subsidiária da VanEck, a MV Index Solutions, lançou seu próprio índice de Bitcoin beaseado nas três maiores mesas de over-the-counter (OTC).

Como noticiado nesta semana, o CBOE anunciou que não vai adicionar novos contratos de futuros de Bitcoin em março, dizendo que “está avaliando sua abordagem sobre como pretende continuar a oferecer derivativos de ativos digitais para negociação”.