Pesquisa da Coincierge.de mostra que 27% dos alemães acreditam que o BTC vai dobrar de valor no próximos dois anos

Uma nova pesquisa com alemães feita pela provedora de carteiras Coincierge.de sugere que mais de 27% dos jovens adultos acreditam que o Bitcoin estará otimista no futuro próximo. Eles acham que o valor da maior criptomoeda do mundo dobrará dentro de dois anos.

O Coinceirge.de conduziu uma pesquisa com 2.054 adultos alemães entre 10 e 17 de abril de 2019. O preço do Bitcoin era de €$ 4.500 na época das entrevistas, diz a publicação. Entre os entrevistados, cerca de 15% do público pesquisado acreditava que o valor do Bitcoin dobraria para mais de 10 mil euros. Outros 25% acreditam que a moeda vai cair pela metade em valor. Segundo a pesquisa, apenas 3% dos entrevistados acreditam que seu valor irá ultrapassar 20.000 euros.

Martin Schwarz, editor do Coincierge.de, comentou o resultado dizendo:

“Os dados mostram que os alemães ainda estão incertos sobre o futuro do bitcoin. Enquanto algumas especulações chegam de nenhum valor a 50.000 euros ou mais, muitas respostas mostram que o preço do Bitcoin permanece em torno do nível atual. ”

Ele também disse que a geração mais jovem é mais otimista em relação ao Bitcoin. Cerca de 15% dos adultos médios acreditam que o preço dobrará, por outro lado, 27% dos adultos mais jovens acreditam que o preço dobrará nos próximos dois anos.

Os resultados da pesquisa sugerem que a maioria dos investidores ainda está incerta se deve investir seu dinheiro em criptomoedas. A maioria ainda prefere opções de investimento tradicionais - com 18% escolhendo ações e 9% escolhendo ETFs. No entanto, o terceiro lugar nas opções de investimento vai para moedas digitais como o Bitcoin. 

Os dados sugerem ainda que as ações e ETFs ainda seria a opção de investimento mais preferidas entre todos os grupos etários. A geração mais jovem não está apenas interessada em novos tipos de investimentos, mas também estava mais inclinada em relação ao uso de informática para conselharia de investimento. Curiosamente, a maioria dos alemães ainda acha que o preço do Bitcoin permanecerá estável nos próximos dois anos. 

No mês passado o governo alemão se pronunciou a favor da tecnologia. Um artigo do Grupo de Projetos de Negócios e Engenharia de Sistemas de Informação do Instituto Fraunhofer de Tecnologia da Informação Aplicada (FIT), defendeu a utilização do blockchain para melhor controle de processos migratórios.