Coinbase e a plataforma de negociações GDAX introduzem o suporte completo para SegWit

A plataforma de negociação profissional e carteira digital Coinbase  junto com a Global Digital Asset Exchange GDAX anunciaram que implementou o suporte do Segregated Witness ( SegWit ) para operações de Bitcoin em uma postagem em seu blog publicado na sexta-feira, 23 de Fevereiro.

Na postagem do blog, o GDAX caracteriza a tecnologia SegWit como "um avanço crítico no desenvolvimento do Bitcoin" e promete que o suporte às transações da SegWit será disponibilizado para 100% de seus clientes "nos próximos dias". A Coinbase também disse que estariam implementando suporte para todos os clientes na semana que vem.

A tecnologia SegWit foi projetada para reduzir os tempos e as taxas de transações na rede Bitcoin.   Muitas casas de câmbio digital populares de Bitcoin desencadearam um congestionamento de rede atormentado pelo uso ineficiente do espaço em bloco, um problema que a SegWit procura resolver, resultando em frustração generalizada entre os cliente

Na semana passada, foram vistos vários marcos importantes de adoção da SegWit. A versão mais recente do Bitcoin Core , que foi lançada para edição pública em 15 de Fevereiro, Introduziu o suporte completo do SegWit pela primeira vez. Apenas alguns dias depois, em 20 de Fevereiro, no mesmo dia, a Coinbase disse que terminou o teste do SegWit, a plataforma principal de câmbio de criptomoedas Bitfinex também anunciou o suporte completo do SegWit para todos os clientes.

Esta semana também foi marcada por baixas taxas de transações na rede Bitcoin, diminuindo significativamente de máximos históricos em Dezembro de 2017 e Janeiro de 2018.

Quando o GDAX anunciou que o Bitcoin Cash ( BCH ) estaria disponível para negociação em sua plataforma em meados de Janeiro de 2018. A notícia caiu firme para muitos comerciantes que preferiram ter visto a implementação de SegWit na plataforma priorizada.

Seguindo essa linha, o GDAX e a Coinbase observaram em suas postagens de blog que estão empenhadas em implementar soluções de dimensionamento adicionais para a rede Bitcoin, incluindo a chamada solução 'Layer 2', a Lightning Network .