Executivo da Coinbase entra para a emissora da stablecoin TrueUSD como chefe de conformidade

Um ex-funcionário de alto escalão da Coinbase exchange cripto dos EUA, deixou a gigante do setor para se unir à emissora de stablecoin TrustToken, como chefe de conformidade, segundo o site oficial da empresa, em 4 de janeiro.

Vaishali Mehta, cujo perfil do LinkedIn indica que ela trabalhou há pouco mais de um ano como gerente sênior de conformidade na principal exchange de São Francisco, teria entrado para a TrustToken em dezembro de 2018.

A Trust Token é a emissora do TrueUSD (TUSD), que foi listado na maior exchange cripto, a Binance, em maio passado. A listagem faz com que seja um participante relativamente precoce em meio ao crescente número de novas stablecoins pareadas 1 a 1 com o dólar dos Estados Unidos - todas competindo com a líder de mercado Tether (USDT).

O perfil de Mehta no LinkedIn detalha seu histórico como chefe do risco de BSA/AML (Lei de Segredo Bancário/Lavagem de dinheiro) e integração nos escritórios do Deutsche Bank em Nova York durante um período de quatro anos, bem como funções de compliance no Sumitomo Mitsui Trust Bank do Japão e Banco ICICI da Índia, também em Nova York. Antes disso, ela trabalhou como associado sênior na auditora KPMG, integrante do "Big Four" do setor, por quase três anos.

Enquanto o movimento de Mehta é testemunho da crescente proeminência dos projetos de stablecoin no espaço da criptomoeda, outros veteranos da Coinbase tomaram medidas que também dão passos em direção à mudanças abrangentes no setor.

Em outubro Adam White - o quinto funcionário da Coinbase - trocou a exchange por um novo cargo na futura plataforma de ativos digitais da Intercontinental Exchange (ICE), a Bakkt. Falando de sua mudança na época, White disse acreditar que o novo empreendimento da ICE será o catalisador para uma mudança no interesse em criptomoedas do “varejo para o lado institucional”.

Em novembro, Mike Lempres - ex-diretor de política da Coinbase - também deixou a exchange para trabalhar na gigantesca empresa de investimentos pró-cripto Andreessen Horowitz.

Conforme relatado, ao lado da Binance, outras grandes exchanges cripto como Huobi, Coinbase e OKEx mudaram rapidamente para listar várias stablecoins com garantia fiduciária - USD Coin (USDC), Paxos (PAX), Gemini dollar (GUSD), bem como o TUSD - em suas plataformas.

De acordo com uma análise da empresa de pesquisa Diar, divulgada em dezembro, todas as quatro stablecoins mencionadas acima teriam quebrado a marca de US $ 5 bilhões em transações on-chain nos três meses anteriores à publicação do estudo.