Coinbase Earn está agora disponível para o público em mais de 100 países

A principal plataforma de criptomoedas dos EUA, a Coinbase, abriu seu programa Coinbase Earn para o público de mais de 100 países, de acordo com um comunicado desta última sexta-feira, 17 de maio.

Como informado pelo Cointelegraph, a Coinbase anunciou o programa no final de 2018 como uma iniciativa apenas para convidados. O período piloto permitiu que os usuários ganhem criptomoedas aprendendo sobre o token ERC-20 “0x” (ZRX). A Coinbase afirmou que, de acordo com uma pesquisa própria, os usuários desinformados estavam relutantes em investir em criptomoedas, mas ansiosos para aprender:

“... uma das maiores barreiras que impedem as pessoas de explorar um novo ativo digital é a falta de conhecimento sobre esse ativo. Muitas das pessoas que entrevistamos expressaram um forte desejo de começar a aprender sobre novos e diferentes criptoativos além do Bitcoin, mas não sabiam por onde começar.”

Como o título indica, os usuários do Coinbase Earn também podem ganhar criptos. Ao responder questionários sobre Lumens Estelares (XLM), Zcash (ZEC) e Basic Attention Token (BAT), os usuários podem ganhar as respectivas moedas.

No início desta semana, a Coinbase adicionou suporte comercial a 50 novas jurisdições, bem como opções de negociação do USD Coin (USDC) em 85 novos países. Em seu comunicado anunciando a expansão, a Coinbase comentou suas esperanças de que a USDC fornecesse estabilidade econômica nesses novos países cobertos:

"Para novos clientes em países como Argentina e Uzbequistão, onde os preços ao consumidor devem aumentar de 10 a 20% em 2020, as stablecoins, como o USDC, podem oferecer uma oportunidade de proteção contra a inflação."