Coinbase compra Neutrino por US$ 13,5 milhões, mostra suposto contrato de aquisição

A grande exchange dos Estados Unidos Coinbase comprou a startup de inteligência em blockchain Neutrino por US$ 13,5 milhões, de acordo com um contrato de aquisição que teria sido obtido pela Bitcoin Magazine nesta quarta-feira, 6 de março.

O documento legal, cuja autenticidade não pode ser verificada independentemente pelo Cointelegraph, é datada de 15 de fevereiro e conteria a quantia exata do contrato de compra entre as duas empresas, o que era anteriormente desconhecido. O documento diz que a exchange concordou em adquirir “as unidades da respectiva propriedade total representando todo o capital social da Companhia [Neutrino]”.

De acordo com o documento, os fundadores da Neutrino, o CTO Alberto Ornaghi, o CEO Giancarlo Russo e o CRO Marco Valleri, receberão cada um US$ 2,9 milhões, proporcionais a suas ações na Neutrino. Enquanto isso, a 360 Capital, empresa europeia de capital de risco que investiu US$ 565.000 na Neutrino em 2017, teria direito de receber US$ 4,99 milhões.

Quando o contrato foi assinado, o notário pagou a cada fundador US$487.000, enquanto a 360 Capital recebeu US$ 4 milhões. O valor restante - mais de US$ 8 milhões - seria armazenado em uma conta de confiança ligada à companhia junto ao Credit Suisse. Porém, ainda não está claro quando a quantia será transferida aos antigos acionistas.

Como o Cointelegraph escreveu anteriormente, a Coinbase adquiriu a Neutrino na metade de fevereiro, declarando na época que a empresa continuaria operando como um negócio independente em seu escritório de Londres.

Depois, na comunidade cripto, membros do podcast Block Digest revelaram que os fundadores da Neurino estariam diretamente ligados ao Hacking Team — um polêmico grupo de tecnologia da informação que que teria vendido capacidades de vigilância ostensiva a governos, agências de forças da lei e corporações ao redor do mundo, com regimes alegadamente autoritários entre eles.

Como desdobramento, a comunidade cripto lançou a hashtag #DeleteCoinbase, pedindo que usuários cortem laços com a Coinbase. Em resposta, Brian Armstrong, co-fundador e CEO da Coinbase, anunciou que o staff da Neutrino com ligações anteriores com a polêmica empresa de softwares Hacking Team terão transição para serem desligados da empresa.