Startup da stablecoin Reserve, apoiada pela Coinbase, prepara lançamento de 'app no estilo Venmo' na Venezuela

O projeto de stablecoin Reserve anunciou que vai lançar um app de pagamentos cripto-fiat na Venezuela e em Angola em um comunicado enviado ao Cointelegraph em 12 de maio. No mesmo anúncio, a empresa revelou que está listando seu utility token separado, Reserve Rights (RSR), na plataforma de vendas de tokens da grande Huobi Global, a Houbi Prime.

Segundo o comunicado, o app de stablecoin do projeto, que será lançado para usuários de Android pela Google Play “nas próximas semanas, vai permitir que os usuários possam fazer câmbio de duas mãos de suas moedas fiat para a stablecoin da empresa, o Reserve Dollar (RSD). De acordo com o anúncio, o RSD é uma criptomoeda descentralizada atrelada ao Dólar dos EUA.

Nevin Freeman, cofundador e CEO da Reserve, disse ao Cointelegraph que a razão do lançamento do app na Venezuela em particular é ligado aos níveis extremos de inflação do país, dizendo:

“Muitas pessoas, incluindo alguns de nossos investidores, nos desencorajaram a começar na Venezuela. [...] A hiperinflação do país é exatamente o problema que o Reserve foi construído para lidar, e a Venezuela está sofrendo a maior inflação de qualquer lugar do mundo agora, então sentimos que tinha que ser feito ”.

O comunicado diz que há atualmente 16 países com inflação anual maior que 20%, mas a situação da Venezuela traz mais preocupações, com o Bolívar perdendo cerca de 10% de valor todos os dias.

Como o Cointelegraph noticiou em fevereiro, o aprofundamento da crise no país gerou aumento do uso de Bitcoin (BTC) e outras criptomoedas na região. Perto do fim de dezembro, o Dash (DASH) celebrou seu vendedor 2.5000 na Venezuela a aceitar a moeda como pagamento. Em agosto de 2018, apenas 1.000 vendedores aceitavam a cripto.

O Reserve também teria uma parceria em Angola com a 7Mobile Africa — que seria a maior importadora móvel do país — para pré-carregamento do aplicativo em todos os smartphones importados.

Como o Cointelegraph publicou em junho do ano passado, além da Coinbase, o projeto recebeu suporte de  grandes investidores, como Peter Thiel, Sam Altman, Digital Currency Group, Arrington XRP Capital, Distributed Global e GSR.IO, entre outros.

A Huobi é atualmente a 9a maior exchange por volume de negociação diário, com maus de US$ 2 bilhões em negociação até o momento.

Em fevereiro, houve notícias de que o governo venezuelano introduziria regulação de remessas criptos do país. De acordo com as novas exigências, o estado estabeleceu limites e comissões mensais, pagáveis à Superintendência Nacional de Ativos Cripto e Atividades Relacionadas, sobre as remessas de criptomoedas.