Com a aproximação do prazo dado pela SEC, Bitwise diz que um ETF Bitcoin está ‘mais perto do que nunca’

Os executivos da Bitwise Asset Management estão bastante otimistas, pois o prazo para a decisão da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) sobre um proposto fundo negociado em bolsa (ETF) Bitcoin (BTC) já está no horizonte.

Dias antes do prazo de 13 de outubro, uma matéria da CNBC de 7 de outubro cita Matt Hougan, diretor-gerente e chefe global de pesquisa da Bitwise, dizendo:

"Estamos mais próximos do que nunca de ter um ETF Bitcoin aprovado".

"Não há mais maneiras de adiar neste momento"

Como o Cointelegraph relatou, a Bitwise registrou seu pedido mais recente para um ETF Bitcoin mantido fisicamente junto à SEC em janeiro. Em agosto, o regulador adiou sua decisão sobre a proposta - junto com outros dois pedidos de ETF cripto - até 13 de outubro. Agora não há mais mecanismos que permitam o adiamento. Hougan destacou:

“Antes da segunda-feira, a SEC deve tomar sua decisão: sim ou não. Eles não têm mais maneiras de adiar neste momento. Ouviremos em alto e bom som o que eles pensam entre hoje e segunda-feira.”

Apesar da repetida reação do regulador contra propostas anteriores, Hougan está otimista com as perspectivas desta vez:

“Dois anos atrás, não havia serviços de custódia regulamentados e segurados no mercado de Bitcoin. Hoje... existem grandes nomes como Fidelity e CoinBase [com] centenas de milhões de dólares em seguros de empresas como o Lloyd's de Londres.”

Ele acrescentou que, ao contrário de dois anos atrás, seis das dez principais exchanges de criptomoedas são agora regulamentadas pelo Departamento de Estado de Nova York (NYDS) e possuem tecnologias de vigilância de mercado.

Acima de tudo, ele argumentou, o mercado de hoje tem mais de US$ 200 milhões em volume, com futuros regulamentados de Bitcoin negociados todos os dias - novamente, uma mudança radical em relação a um "mercado unilateral e ineficiente", de acordo com Hougan.

O envolvimento de grandes formadores de mercado, como Jane Street Capital e Susquehanna, transformou o Bitcoin em um dos "mercados institucionais mais eficientes do mundo", acrescentou.

Benefícios de um ETF Bitcoin

Hougan argumentou que a aprovação do ETF anunciaria uma grande oportunidade para os investidores comuns acessarem o espaço Bitcoin com segurança. Ele observou:

"Embora as grandes instituições tenham formas seguras de comprar Bitcoin em fundos privados, disponíveis apenas para pessoas com patrimônio líquido muito alto, os investidores comuns não têm um caminho seguro".

Um ETF permitiria que consultores financeiros levassem o Bitcoin para seus clientes facilmente "em vez de ficarem na clandestinidade", acrescentou Hougan.

Em agosto, o CEO da Bitwise, Hunter Horsley, adotou uma perspectiva semelhante a Hougan, citando desdobramentos positivos no setor, como a entrada de Susquehanna, arbitragem aprimorada e novos spreads, além de acesso a extensas apólices de seguro.