Cofundador da Circle Sean Neville deixa o posto de CEO após reorganização da empresa, diz reportagem

A empresa de pagamentos Circle contratará um novo CEO no início de 2020 após um de seus cofundadores originais deixar o posto.

De acordo com o meio de comunicação de criptomoedas CoinDesk em 5 de dezembro, o cofundador e CEO conjunto Sean Neville fará a transição para um cargo no conselho de administração da empresa em janeiro.

Sean Neville torna-se membro do conselho

Neville lançou a Circle com Jeremy Allaire em 2013 e presidiu sua metamorfose nos anos seguintes, incluindo um afastamento do Bitcoin (BTC) e a aquisição da exchange de criptomoedas Poloniex no ano passado.

Como o Cointelegraph relatou, a Circle agora está vendendo a Poloniex, Neville descreve os eventos atuais como um momento apropriado para trocar de função.

Além disso, ele continuará suas atividades com o Center, o projeto entre a Circle e a exchange cripto Coinbase, que produziu a stablecoin nativa da empresa, o USD Coin (USDC). O CoinDesk citou uma fala de Neville em um email:

"Também espero impulsionar a missão através do CENTER e outros novos caminhos complementares que atravessam desafios que valem a pena em infraestrutura, política regulatória, economia e design de produtos".

Neville ainda não confirmou a mudança e, até o momento, não havia atualizado suas informações pessoais em recursos como o LinkedIn que refletam quaisquer alterações.

Mudando tudo na Circle

A venda da Poloniex pela Circle, que foi adquirida originalmente por US$ 400 milhões, não ficou livre de controvérsias. Como parte das tratativas, os traders dos Estados Unidos não poderão mais usar a plataforma.

Nesta semana, os executivos anunciaram que aqueles que não retirarem seus fundos da Poloniex antes do prazo de 16 de dezembro enfrentarão várias dificuldades, incluindo o possível confisco de todo o seu saldo.

No mês passado, vários ex-executivos da Circle lançaram sua própria empresa de comércio de criptomoedas. A CMS Holdings é liderada por Daniel Matuszewski, ex-chefe do ramo de operações de balcão, ou OTC, da Circle.

O Cointelegraph entrou em contato com a Circle e Neville para comentar, mas ainda não havia recebido uma resposta até o momento da publicação deste texto.