Dois ex-executivos da Circle Pay fundam a CMS Holdings

Dois ex-executivos da Circle e um ex-executivo da DRW fundaram em conjunto a empresa de trading de criptomoedas CMS Holdings.

O novo empreendimento

O Coindesk informou em 12 de novembro que a empresa é a joint venture dos ex-executivos da Circle, Daniel Matuszewski - ex-chefe da Circle Trade - e o ex-executivo de tecnologia, Julien Collard-Seguin, ao lado de um terceiro parceiro. O terceiro fundador é o ex-chefe de negociação da Cumberland (o braço de negociação cripto da corretora DRW) Bobby Cho.

Os três decidiram investir mais de US $ 10 milhões. A empresa começou a operar no mês passado. A CMS Holdings está sediada nas Ilhas Cayman e não administra o dinheiro de investidores externos. Cho explicou:

"Implementamos estratégias como um fundo de hedge no mercado, exceto que não estamos estruturados como tal."

A criptomoeda agora é "muito mais segura"

A CMS Holdings planeja investir 30% de seu capital nas criptomoedas mais conhecidas, como Bitcoin (BTC) e Ether (ETH), e 40% a 50% em ativos digitais menos negociados, os fundos restantes serão destinados ao investimento de longo prazo no setor de criptomoedas.

Matuszewski, que deixou a Circle em agosto, admitiu que não teria fundado uma empresa há alguns anos, por causa de preocupações com os riscos. Ele explicou:

“Sempre houve uma chance diferente de zero de que o bitcoin poderia quebrar, morrer e nunca mais voltar. [...] Agora é muito mais seguro, provavelmente não vai desaparecer."

Suas declarações ressoam com a crescente participação de atores regulados no espaço de criptomoedas. Em um exemplo recente, o banco de criptomoedas da Suíça, SEBA, lançou seus serviços para investidores profissionais e clientes corporativos.