Regulador chinês aprova primeiras 197 empresas blockchain, incluindo Tencent, Alibaba e Baidu

A administração do ciberespaço da China divulgou a primeira lista - contendo 197 empresas - de fornecedores de serviços blockchain registrados, de acordo com uma notícia de 30 de março.

Iniciativas chinesas de gigantes da internet, como Baidu Blockchain Engine, Alibaba Cloud Blockchain-as-a-Service (BaaS - Blockchain como serviço), Tencent BaaS (TBaaS) e a plataforma BaaS de propriedade do gigante do e-commerce JD.com, aparecem na lista. Instituições financeiras como o China Zheshang Bank e Ping An Insurance Company também estão incluídas.

Algumas empresas menos conhecidas, como a VeChain, serviço de gerenciamento de cadeia de suprimentos ativado por blockchain, e a ParcelX, serviço de entrega de encomendas, também estão presentes na lista. O artigo também observa que nenhuma instituição ou indivíduo tem permissão para usar blockchain para qualquer finalidade comercial.

A administração do ciberespaço chinês vai procurar por outros serviços que devem se registrar e “instituições relevantes e indivíduos que não cumpriram os procedimentos de apresentação devem solicitar o preenchimento o mais rápido possível”.

Como o Cointelegraph informou no início desta semana, a China está liderando o mundo no número de projetos blockchain atualmente em andamento no país.

Em outubro do ano passado, o Alibaba Cloud, braço de computação em nuvem do Alibaba Group da China, anunciou que está aprimorando sua oferta de BaaS fora da China.