Gigante atacadista chinesa de produtos alcoólicos testa solução em blokchchain anti-falsificação

A Oranco, uma atacadista e comerciante de bebidas alcoólicas chinesa especializada em licores e vinhos importados da marca Fenjiu, está atualmente testando uma solução blockchain para garantir a autenticidade de seus produtos.

De acordo com um comunicado de imprensa em 26 de julho, a subsidiária da Oranco, Fengyuang Huaxin Liquor Development, fez uma parceria com a Guangzhou Silicon Technology (GSTC), empresa focada no blockchain, há quase um ano. As duas empresas concordaram em co-desenvolver uma solução para identificar as bebidas da Oranco como genuínas.

A solução supostamente possui reconhecimento de laser anti-falsificação patenteado, juntamente com a tecnologia blockchain como meio de rastrear e certificar os produtos com álcool.

Isto supostamente ocorre em duas etapas. Primeiro, o GSTC é encarregado de verificar se algum produto é autêntico. Segundo, o GSTC usará a nova solução blockchain para emitir uma identificação digital para o produto em um blockchain.

O presidente da Oranco, Peng Yang, acredita que com essa nova garantia baseada em blockchain, os produtos da empresa aumentarão de valor:

“Acreditamos que as capacidades de verificação do blockchain nos permitirão garantir credivelmente as origens e a autenticidade de nossas bebidas alcoólicas premium. Essa tecnologia garantirá a autenticidade e aumentará ainda mais o valor de nossos produtos premium ”.

Blockchain um benefício para viticultores lutando contra falsificações

Vários produtores de vinho e bebidas alcoólicas também estão usando soluções blockchain para rastrear e demonstrar a autenticidade de seus produtos, já que o mercado de falsificações se torna uma indústria multibilionária.

Em maio de 2018, a VeChain, uma startup blockchain baseada em Xangai, anunciou que estava testando um aplicativo blockchain para verificar a cadeia de suprimento de vinho para combater as falsificações. Como parte do projeto, a VeChain criou uma parceria com a Shanghai Waigaoqiao Direct Imported Goods para começar os testes com produtos do produtor francês Pierre Ferraud e da Fils.

Em outubro do mesmo ano, a subsidiária de capital de risco da Overstock.com Medici Ventures investiu na empresa VinX, sediada em Israel, para desenvolver uma plataforma de futuros de vinhos movidos a blockchain. VinX afirmou que o comércio simbólico de vinho criaria uma cadeia de fornecimento segura que garante a proveniência dos vinhos listados e, assim, reduz a fraude na indústria.