Shenzhen emite primeira fatura eletrônica de metrô baseada em blockchain da China

A primeira fatura eletrônica baseada em blockchain da China para uma corrida do metrô foi emitida na estação de Futian do metrô de Shenzhen, segundo a publicação econômica Securities Daily noticiou em 18 de março.

Shenzhen é a primeira zona econômica especial da China. A função do e-invoice function é um projeto desenvolvido em parceria do Departamento de Impostos Municipal de Shenzhen a gigante da tecnologia do país Tencent, que forneceu o suporte à tecnologia blockchain através de sua plataforma de mídias sociais com 1 bilhão de usuários WeChat.   

A publicação escreve que, ao final de cada viagem, o código de passageiro do metrô de Shenzhen Metro pode ser visto na página de recibos do WeChat Payment. Eles também destacam que em 15 de março de 2015, o sistema de faturação eletrônica da Shenzhen City Blockchain emitiu mais de um milhão de faturas eletrônicas apoiadas em tecnologia blockchain, com montante total de faturação em 1,33 bilhões de Yuans (cerca de US$ 200 milhões).

O artigo diz que o sistema de faturas eletrônicas em blockchain para passageiros do metrô, uma vez lançado, deve gerar cerca de 170 mil invoices autônomos por dia.

A aplicação do Shenzhen Metro é o primeiro passo para a implementação de e-invoicing baseado em blockchain que irá afetar todo o sistema de transporte público incluindo “taxis, ônibus de aeroportos e outras cenas de tráfico simultâneamente com as funções de faturação eletrônica em blockchain online”.

Como o Cointelegraph noticiou em 12 de dezembro, o Departamento de Impostos Municipal de Shenzhen e a Tencent anunciaram que ligaram com sucesso um sistema de faturas em blockchain com a plataforma de pagamentos WeChat.

No último mês, o SUBE (Sistema Único de Boleto Electrónico), o cartão de transporte público argentino, fechou parceria com a Bitex, que fornece serviços financeiros em blockchain para permitir pagamentos em Bitcoin (BTC), como o Cointelegraph publicou em 9 de fevereiro.