China: Governador do PBoC diz que moeda digital é "Inevitável" e que o Bitcoin "não é aceito" como forma de pagamento

O governador do banco popular da China (PBoC), Zhou Xiaochuan, disse em uma conferência de imprensa que as autoridades não estão apressando-se em emitir uma moeda digital nacional e ainda não reconhecem o Bitcoin como um método de pagamento legítimo, segundo relatórios da China Daily em 9 de Março.

Zhou expressou a posição do PBoC bem francamente:

"Atualmente, não reconhecemos o Bitcoin e outras moedas digitais como uma ferramenta como papel-moeda, moedas e cartões de crédito para pagamentos de varejo. O sistema bancário não o aceita. "

Como parte de uma conferência de imprensa no Congresso Nacional Popular, Zhou disse que o PBoC " deve evitar danos substanciais e irreparáveis " para a economia doméstica. Ao mesmo tempo, Zhou ainda disse que a moeda digital acabará diminuindo a circulação de caixa. A mídia local de notícias China Daily citou Zhou, dizendo que o desenvolvimento da moeda digital é " tecnologicamente inevitável ".

Embora o PBoC tenha atuado ativamente no monitoramento do desenvolvimento do Blockchain e da tecnologia de contabilidade distribuída, Zhou acrescentou que certas aplicações da tecnologia devem ser controladas para garantir que elas não se propagem muito rápido:

"Se elas (tecnologias Blockchain) se espalharem rapidamente, isso pode ter um grande impacto negativo sobre os consumidores. Também poderiam aparecer alguns efeitos imprevisíveis sobre a estabilidade financeira e a transmissão da política monetária ".

Em Fevereiro de 2018, a instituição estatal Bank of China apresentou uma patente para uma solução de sistema de escala Blockchain.

Pequim continua a assumir uma posição dura em relação às criptomoedas descentralizada como o Bitcoin, com a proibição de ofertas iniciais de moedas (ICOs) desde Setembro de 2017 e continuando as medidas repressivas sobre os poucos vestígios restantes de negociação privada. No mês passado, a China adicionou casasa de câmbio digital offshore e sites de ICO para o seu "grandioso Firewall".

Embora a paisagem legal em torno da criptomoeda na China tenha sido imprevisível, as empresas continuam a pressionar contra o cenário atual e manter conexões com a indústria de moedas digitais, tanto no país como no exterior, segundo reportou a Cointelegraph em 7 de Março.