Comissão Nacional de Energia do Chile lança piloto baseado em Ethereum para dados de energia

A organização nacional de regulação de energia do Chile, a Comisión Nacional de Energia (CNE) do Chile, anunciou recentemente o lançamento de um projeto baseado na rede Blockchain do Ethereum (ETH) para registrar dados do setor energético do país, segundo comunicado à imprensa da agência em 5 de abril.

O projeto piloto foi revelado pela primeira vez pela CNE em 27 de fevereiro, com o objetivo de fornecer segurança de dados, bem como sua precisão, transparência e acessibilidade com a ajuda "a tecnologia mais disruptiva da última década", tuitou o setor de energia que “é pioneiro na implementação do Blockchain na América Latina”.

De acordo com o projeto experimental, em vez de criar uma base de dados centralizada, que é vulnerável a ataques MITM (man-in-the-middle) ou "fácil de manipular", a CNE desenvolverá um sistema de registos composto por várias etapas.

Primeiro, os dados de energia serão armazenados no banco de dados Energía Abierta ou "Energia Aberta" distribuído em “centenas de milhares de servidores”, que fornecerão acesso público a informações em tempo real. Depois, os funcionários da CNE transferirão dados do Energia Aberta para o Blockchain do Ethereum.

Somente após a verificação dos dados de energia gerados, os registros serão colocados na rede Ethereum. Isso minimizará a chance de uma entrada de dados incorreta causada pela plataforma Energia Aberta ou por erro humano. Os dados escritos no Blockchain estarão acessíveis aos membros do público através de uma das várias interfaces gráficas do usuário (GUI).

A Ministra da Energia, Susana Jiménez, comentou que a divulgação pública da informação é extremamente importante, aumentando a confiança dos cidadãos e das partes interessadas.

"A informação pública é um insumo importante para tomar decisões de investimento, projetar políticas públicas ou criar novas ferramentas a serviço da sociedade, e é por isso que muitos de nossos usuários usam essas informações para decidir aspectos técnicos, econômicos e trabalhistas. É por isso que usando a tecnologia [Blockchain], elevaremos os níveis de confiança de nossos stakeholders, investidores e cidadãos em geral que usam os dados entregues”.