Deputados chilenos chilenos apresentam resolução de adoção de blockchain ao Parlamento

Dois deputados chilenos apresentaram uma resolução sobre a adoção do blockchain para a câmara baixa do parlamento (Camara de Diputados) na quinta-feira, 4 de outubro, infromou site de notícias local Fortin Mapocho.

O projeto de resolução de blockchain proposto foi registrado pela primeira vez no final de agosto. Na proposta do projeto, os dois membros do parlamento (deputados) Miguel Angel Calisto e Giorgio Jackson, juntamente com outros oito deputados, apelam ao presidente chileno Sebastian Piñera, instando-o a implementar o blockchain em todas as áreas públicas do país. O documento também oferece estudos sobre as vantagens das soluções de segurança e energia baseadas em blockchain.

Ao apresentar a resolução ao parlamento, Jackson citou um relatório recente do escritório da Promotoria Econômica chilena, que afirmou que a manutenção dos cartórios se tornou muito cara para o governo. Jackson argumentou que armazenar esses dados em um sistema descentralizado ajudaria a reduzir significativamente esses custos.

Calisto também ressaltou que a tecnologia blockchain poderia garantir a precisão de todas as informações mantidas.

No início de maio, o presidente do Banco Central do Chile declarou que considerava introdução da regulação da criptomoeda no país. Ele argumentou que o aumento da regulamentação poderia ajudar o Estado a "monitorar os riscos", notadamente do financiamento do terrorismo e da lavagem de dinheiro.

Países vizinhos da América do Sul também estão testando blockchain para administração pública. Em julho, a Argentina anunciou a criação de um sistema federal de blockchain, enquanto no início deste ano, o governo brasileiro declarou que planejava mover suas petições populares para o blockchain Ethereum.