Desafiando a China: Taiwan apoia adoção de ICO e Bitcoin pelo grande público

A Comissão de Supervisão Financeira (CSF) de Taiwan expressou seu apoio à adoção predominante de ofertas de iniciais de moedas (ICOs), moedas virtuais e Blockchain no país. A mudança é semelhante à abordagem amigável do Japão às inovações disruptivas e em contraste com as campanhas da China e da Coréia do Sul contra elas.

Com base em um relatório da The News Lense, o apoio do governo de Taiwan às ICOs, moedas digitais e Blockchain foi anunciado pelo presidente do CSF, Wellington Koo, após um pedido feito pelo deputado Jason Hsu, do Partido Nacionalista durante uma sessão parlamentar.

Em seu anúncio, Koo disse que não haveria uma proibição absoluta de atividades relacionadas à criptomoedas no país. Ele afirmou ainda que o governo apoiará os inovadores em suas propostas para experimentar o Blockchain e as moedas virtuais.

Em seu comentário sobre a declaração de Koo, Hsu disse que o parlamento também passará o “Financial Technology Innovation Experimentation Act” para apoiar a ação do governo. De acordo com o projeto de lei, todas as atividades de tecnologia financeira (fintech) e start-up Blockchain terão permissão para operar livremente na indústria desregulada do país.

"Só porque a China e a Coreia do Sul estão proibindo, não significa que Taiwan deveria seguir o exemplo - há uma grande oportunidade para o crescimento no futuro. Devemos imitar o Japão, onde eles tratam a criptomoeda como uma indústria altamente regulamentada e largamente monitorada como títulos".

Outros desdobramentos relacionados às criptomoedas em todo o mundo

O governo chinês anunciou anteriormente que está proibindo as atividades da ICO em toda a China, afirmando que a venda de moedas é um método ilegal de angariação de fundos. Este movimento foi imitado pela Coreia do Sul, que impôs uma proibição regional às ICO.

No Japão, o governo declarou que a moeda digital líder Bitcoin pode ser aceita como uma forma de pagamento legal desde maio de 2017.