Chainalysis: dois grupos, provavelmente ainda ativos, respondem por um bilhão de dólares em hacks de cripto

Um relatório produzido pela empresa de análise de blockchain Chainalysis revelou que dois grupos de hacker supostamente roubaram um bilhão de dólares em criptomoeda, informa o Wall Street Journal (WSJ) em 28 de janeiro.

De acordo com o novo relatório compartilhado com o Wall Street Journal, as duas entidades - que a Chainalysis chama de Alpha e Beta - receberam a maior parte do dinheiro arrecadado em fraudes de cripto. Além disso, o WSJ cita Philip Gradwell, economista-chefe da Chainalysis, dizendo que as duas organizações provavelmente ainda estão ativas.

No entanto, o artigo mencionado também cita a Chainalysis admitindo que há uma chance de sua análise estar incorreta e que a empresa não foi capaz de determinar a identidade dos grupos.

O relatório supostamente afirma que o Alpha é “uma organização gigante e fortemente controlada, pelo menos parcialmente impulsionada por metas não monetárias”, enquanto o Beta é uma organização menor e menos organizada fortemente focada no dinheiro. Os fundos roubados foram supostamente transferidos. uma média de cerca de 5.000 vezes antes de ser convertida em dinheiro através de exchanges on-line.

Os dois grupos operam de maneira diferente: o Alpha começa a transferir a criptomoeda de endereço para endereço imediatamente, enquanto o Beta tende a esperar até 18 meses, deixando a poeira acerca do ataque baixar. O relatório observa que o Alpha converte cerca de 75% dos fundos em um mês em média, enquanto o Beta troca 50% em apenas alguns dias após o período de espera autoimposto.

Esses fundos às vezes passam por exchanges reguladas, já que, como Gradwell explicou, depois de tantas transferências, mesmo aquelas exchanges com estruturas de combate à lavagem de dinheiro têm dificuldade em perceber que elas receberam fundos advindos de hacks.

Como a Cointelegraph relatou recentemente, um link para um site de phishing clone do LocalBitcoins foi colocado no fórum oficial do LocalBitcoins, mas o ataque foi neutralizado.

Além disso, notícias recentemente revelaram que até 16 milhões de dólares em tokens Ethereum (ETH) e ERC20 foram roubados na metade de janeiro no hack da exchange da Nova Zelândia Cryptopia.