Bancos centrais continuam com estudos sobre Blockchain e investimentos

O Europe Central Bank (ECB) voltou a defender o potencial da Blockchain para transformar as liquidações de títulos nesta semana, à medida que completava uma nova pesquisa com o Banco do Japão (BoJ), publicado na terça-feira, 27 de março.

Em um segundo resumo das conclusões que preparou como parte de sua parceria com o BoJ, apelidado de Project Stella, o ECB observou como a chamada tecnologia de contabilidade distribuída (DLT) poderia funcionar em várias transações de títulos.

O primeiro resumo do Stella veio em setembro do ano passado, com os pesquisadores da época permanecendo cautelosos sobre o estado ainda incipiente do DLT e os riscos associados.

Como a perícia técnica da Blockchain continua a evoluir rapidamente, no entanto, o ECB agora parece mais otimista sobre as possibilidades de um tipo de liquidação de valores mobiliários chamado "entrega contra pagamento" (‘delivery versus payment' - DvP).

Isso, explica o resumo, ocorre quando os sistemas operacionais “vinculam a transferência de dois ativos de maneira a garantir que a transferência de um ativo ocorra se, e somente se, a transferência do outro ativo também ocorrer”. No seu relatório, o ECB e o BoJ declaram:

“O DvP poderia ser conceitualmente e tecnicamente projetado em um ambiente DLT com dinheiro e valores mobiliários no mesmo livro razão (DvP de registro no livro razão única) ou em separado (DvP de registro no livro razão cruzado)”.

O cenário do livro razão cruzado (cross-ledger) refere-se ao que é comumente conhecido como liquidação (cross-chain atomic swaps), a transferência de valor entre dois Blockchains separados, que é um objetivo principal da Rede Lightning para criptomoedas como o Bitcoin e o Litecoin.

A atualização acontece na medida em que os órgãos de governo da UE concentram grande atenção na Blockchain para diversos fins dentro do bloco. Em Fevereiro, a Comissão Europeia criou um Observatório Blockchain, com o objectivo de unir reguladores, empresas e inovadores.