Regulador canadense apresenta novas regras para mineração de criptomoedas

A Régie de l'energie, agência reguladora de energia da província canadense de Quebec, lançou novas regras para os mineradores de criptomoedas. O anúncio foi feito pelo maior fornecedor canadense de eletricidade, o Hydro-Quebec, nesta segunda-feira, 29 de abril.

Sob os novos regulamentos, a Régie de l'energie ordenou que a produtora de energia Hydro-Quebec destinasse 300 megawatts (MW) à indústria blockchain. “Esses 300 MW serão adicionais aos 158 MW já concedidos a clientes existentes aprovados pela Hydro-Quebec e aos 210 MW concedidos a clientes existentes aprovados pelos distribuidores municipais”, explica o anúncio.

Para receber parte da energia especialmente alocada, as empresas devem passar por um processo de seleção, onde são classificadas em quatro critérios, incluindo o número de empregos criados em Quebec, a folha de pagamento total de empregos diretos, o valor dos investimentos e a recuperação de calor. A Hydro-Quebec diz no comunicado que as novas regras permitirão à organização proteger as baixas taxas que oferece aos clientes.

O Canadá foi reconhecido como um país líder em criptomoedas com base em sua inovação, baixos custos de energia, alta velocidade de internet e regime regulatório favorável. No final de julho do ano passado, a Hydro-Quebec revelou que a província tinha um excedente de energia equivalente a 100 terawatts-hora em 10 anos e oferece algumas das menores tarifas de eletricidade na América do Norte.

Em junho passado, a Hydro-Québec propôs novas regras, segundo as quais as empresas ligadas à blockchain seriam obrigadas a concorrer por eletricidade e quantificar os empregos e investimentos que esperam gerar por megawatt.

Recentemente, a cidade de Innisfil, em Ontário, no Canadá, anunciou que está executando um programa piloto que permitirá aos moradores pagar impostos sobre propriedade com Bitcoins (BTC), com possíveis extensões para outras criptomoedas, incluindo o Ether (ETH), o Litecoin (LTC), o Bitcoin Cash (BCH) e o Ripple (XRP) no futuro.