Canadá: Associação Blockchain e Câmara de Comércio Digital anunciam fusão

A maior associação comercial blockchain do Canadá, a Câmara de Comércio Digital, e a Associação Blockchain do Canadá (BAC) uniram-se em uma nova entidade: a Câmara de Comércio Digital do Canadá. A fusão foi anunciada em um comunicado publicado no site da Câmara de Comércio Digital nesta terça-feira, 5 de fevereiro.

A diretora executiva e estrategista de políticas da BAC, Tanya Woods, atuará como diretora administrativa da Câmara de Comércio Digital do Canadá. Woods trabalhou anteriormente para o governo canadense, BCE, Nintendo e Microsoft. Ela disse no comunicado:

“As lideranças em blockchain do Canadá e o governo querem ver um ecossistema blockchain forte e coordenado que esteja pronto e seja capaz de colaborar efetivamente com os formuladores de políticas públicas para garantir que a indústria no Canadá prospere.”

Don Tapscott, presidente executivo do Blockchain Research Institute, disse que o Canadá está "bem posicionado" para se tornar um líder global na indústria de blockchain. Ele acrescentou que, "é fundamental para o Canadá ter uma comunidade local unificada que impulsione a adoção da blockchain..."

A Câmara de Comércio Digital foi criada em julho de 2014 e é composta por 200 empresas que desejam investir em tecnologia blockchain. Alguns membros incluem companhias como a Microsoft, Overstock, IBM e Bitpay.

Em outubro de 2018, o Cointelegraph informou que a Agência de Serviços de Fronteiras do Canadá (CBSA, na sigla em inglês) concordou em testar uma solução de remessas via blockchain criada pela IBM. O sistema permitiria a automação de processos de distribuição e comércio, além de diminuir custos e margem de erro.

O Canadá se tornou uma nação líder nos espaços de criptomoedas e blockchain devido ao seu regime regulatório favorável, baixos custos de energia, inovação e alta velocidade de internet.