Governador da Califórnia fala sobre blockchain e privacidade de dados em pronunciamento anual oficial

O governador da Califórnia Gavin Newsom apoiou o desenvolvimento de produtos baseados em blockchain e inteligência artificial (IA) em seu discurso anual oficial, relatou a CALmatters em 12 de fevereiro.

Em seu discurso divulgado na terça-feira, 12 de fevereiro, Newsom disse que “a Califórnia precisa de uma estratégia estadual abrangente para elevar e melhorar nossos funcionários, garantir avanços tecnológicos em IA, blockchain, big data, criar empregos e não destruí-los, reformar nossas instituições para que mais trabalhadores tenham uma participação acionária em seu patrimônio líquido”.

Newsom revelou ainda que nomeou uma nova Comissão para a Força de Trabalho e o Futuro - que inclui participantes dos setores trabalhista e empresarial - para desenvolver tecnologias inovadoras e garantir oportunidades para os trabalhadores. Newsom disse que "a Califórnia está orgulhosa por ter empresas de tecnologia determinadas a mudar o mundo".

Newsom também apontou que os cidadãos do estado devem poder se beneficiar do compartilhamento de suas informações pessoais em sites e serviços online. Newsom supostamente pediu a sua equipe para desenvolver uma proposta de "Compartilhamento de Dados" para os californianos, ressaltando "nós reconhecemos que seus dados têm valor e pertencem a vocês".

Newsom é conhecido por sua abordagem proativa ao desenvolvimento de tecnologias e moeda digital. Ele supostamente trouxe criptomoedas para o cenário político do partido já em 2014, quando ele se tornou um dos primeiros políticos de alto perfil a aceitar doações de campanha em Bitcoin (BTC). Em novembro de 2018, Newsom selou 59% do apoio do eleitorado e derrotou John Cox, do Partido Republicano, nas eleições para o governo.

Como a Cointelegraph recentemente relatou, 89% dos consumidores supostamente acreditam que as corporações não fazem o suficiente para proteger seus dados; mais da metade de todos os CEOs e executivos de nível executivo admitem que a maioria dos consumidores tem razão em duvidar deles sobre isso. A blockchain, no entanto, garante ostensivamente que os dados relacionados ao ID (documento de identidade) digital sejam gerenciáveis.