Brexit e as brincadeiras de 1º de abril seriam os possíveis catalisadores da alta dos criptos, diz reporter

 

Repórter de Hong KongEric Lam acredita que ninguém na indústria de criptos tem uma boa teoria para explicar a recente recuperação de mercados de criptos, Lam compartilhou sua posição com a Bloomberg em 3 de abril.

Na terça-feira, 2 de abril, logo após os mercados asiáticos abrirem, o preço do Bitcoin (BTC) inesperadamente se recuperou em 20%. Hoje a maior moeda do mundo atingiu US$ 5.000 pela primeira vez desde novembro de 2018, enquanto os principais altcoins obtiveram ganhos de dois dígitos.

Lam ironicamente vinculou a reviravolta a uma brincadeira relacionado à piadas de 1º de Abril, o dia da mentira que alegou que a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) finalmente aprovou um fundo negociado em bolsa (ETF) Bitcoin. A CNBC também mencionou essa brincadeira como um possível catalisador por trás do rali BTC.

O repórter também sugeriu que os investidores em criptos poderiam começar a comprar moedas quando o mercado começou a mostrar sinais de recuperação, forçando os preços a crescer ainda mais.

Além disso, Lam concorda com uma teoria que alegou que alguns investidores estão trocando libras por Bitcoins graças ao Brexit, que está programado para acontecer em meados de abril.

Lam também acha que o surto pode estar relacionado a negociação algorítmica. Como Bloomberg explicou em outro artigo dedicado à chamada Renascença Criptográfica, os mecanismos de computador foram supostamente acionados por uma misteriosa ordem de 20.000 BTC (cerca de US$ 100 milhões) que foi espalhada ao redor de criptos exchanges situadas nos EUACoinbase e Kraken, e Luxemburgo, Bitstamp.

Até o momento, o Bitcoin ainda está ganhando, negociando a US$ 5.238 de acordo com CoinMarketCap.