Urgente: Fundador da casa de câmbio OKEx alegadamente detido por fraudes de cripto na China

Star Xu, fundador da OKCoin, uma fornecedora de serviços de câmbio, e a segunda maior casa de cripto do mundo, a OKEx, alegadamente foi detido na China em relação a suspeita de fraude com moeda digital, informou uma fonte de notícias local Sina News em 11 de setembro.

De acordo com a agência de notícias, Xu está atualmente detido na delegacia de Xangai Weifang Xincun, e será libertado dentro de 24 horas se não forem encontradas evidências suficientes de sua participação em uma fraude em que está suspeito.

Uma fonte de notícias sobre tecnologia ZeroHedge relata que investidores da WFEE Coin - uma empresa na qual Xu é um acionista - queixaram-se à polícia sobre as práticas supostamente fraudulentas da empresa, o que fez a polícia levar Xu para interrogatório.

Como a ZeroHedge escreve, a WFEE emitiu tokens e os vendeu através de seu site. Como um acionista da WFEE, Xu pode ser responsável por qualquer tipo de fraude relacionada à empresa.

Todavia, parece que a investigação mostrou que a empresa de Xu em Xangai não está relacionada à emissão da nota WFEE Coin, nota a ZeroHedge, acrescentando que faz "pouco sentido" defraudar investidores por meio de uma subsidiária de Pequim.

A notícia sobe a  detenção de Xu vem logo depois que os volumes da OKEx aumentaram significativamente neste verão. Como a Cointelegraph relatou no início de agosto, a OKEx registrou um novo recorde em julho de 2018, com US $ 5,7 bilhões em volume, em comparação com US $ 2,9 bilhões em junho.

Após a notícia da alegada detenção de Xu ter sido divulgada hoje, os dados do CoinMarketCap mostraram que a OKEx registrou uma queda de quase 3% no volume de negócios durante um período de 24 horas, tendo negociado cerca de US $ 714 milhões no dia.