A maior empresa de investimento do Brasil vai lançar o OTC câmbio cripto, dizem fontes locais

 

A maior empresa de investimentos do Brasil, a XP Investimentos, supostamente pretende lançar uma bolsa de Bitcoin no mercado (OTC), revelou o portal de notícias local Portal do Bitcoin na terça-feira, 17 de abril.

Aparecendo para confirmar documentos arquivados com o Departamento da Receita Federal do Brasil, fontes anônimas disseram ao Portal do Bitcoin que a empresa estava especificamente de olho no mercado OTC.

O movimento relatado é o primeiro do XP, que registrou pela primeira vez uma roupa chamada XP COIN INTERMEDIAÇÃO em agosto de 2017, informa a publicação.

Mais tarde naquele ano, após uma injeção de capital de 5 milhões de reais (cerca de US$1,5 milhão), a empresa rebatizou para se tornar XDEX, segundo dados da Junta Comercial do Estado de São Paulo. Desde então, a empresa recebeu outros R$20 milhões de reais ($5,9 milhões de dólares).

Embora demonstre interesse na tecnologia Blockchain, como muitos governos em todo o mundo, o Brasil geralmente permanece suspeito de interação com o Bitcoin.

Em outubro de 2017, Ilan Goldfajn, presidente do banco central do país, comparou o Bitcoin a um "esquema de pirâmide" e descreveu-o como "um ativo financeiro sem lastro".

A suposta entrada da XP Investimentos na indústria cripto é, portanto, uma refutação conspícua da suspeita de estabelecimento, o gigante ostentando 3,2 bilhões de reais (quase US$1 bilhão) em ativos sob gestão.

Um site oficial do XDEX já está reservado, mas atualmente não contém informações.