Clube Atlético Mineiro anuncia lançamento de criptomoeda própria

O Atlético Mineiro, um dos clubes mais tradicionais do futebolo brasileiro anunciou nesta quinta-feira, 13 de dezembro, o lançamento de sua criptomoeda - a altcoin GaloCoin.

O anúncio foi feito em uma apresentação ao vivo no Youtube do Diretor de Administração e Controle do clube, Plínio Signorini.

"O objetivo é oferecer benefícios para o torcedor, mas também trazer resultados para o clube. A ideia é fazer lançamentos e parcerias contínuas nesta plataforma. Queremos fortalecer cada vez mais o Atlético, não só do ponto de vista administrativo, mas também esportivo", disse Plínio.

A GaloCoin é baseada na plataforma Footcoin, que distribui utility tokens através da blockchain do Ethereum e se integra às plataformas tradicionais de e-commerce e meios de pagamento, permitindo o uso das criptomoedas para adquirir produtos e serviços. 

O Atlético Mineiro pretende criar um marketplace onde as GaloCoins poderão ser utilizadas para a compra de ingressos, títulos de sócio-torcedores, merchandising do clube e etc.

O whitepaper do projeto não foi divulgado, mas o diretor do clube afirmou que poderão ser emitidas até 1 bilhão de GaloCoins, que já podem ser adquiridas no site oficial do projeto ao custo de R$1 cada.

Não é a primeira vez que um clube de futebol do Brasil lança sua própria criptomoeda. Antes, Fortaleza e Avaí já tinham seguido o mesmo caminho com a LeãoCoin, que também usa a plataforma Footcoin, e a Avaí Token.

Na Europa, o Paris Saint-Germain, time de Neymar, e a Juventus, de Cristiano Ronaldo, também têm os seus projetos próprios utilizando a tecnologia blockchain.